maio 312017
 

Durante 2017 será realizado um curso completo de História do Japão, com aulas uma vez por mês, aos domingos, em São Paulo. A iniciativa é da Abrademi em conjunto com a Associação Cultural Mie Kenjin do Brasil.

O objetivo é facilitar a compreensão da cultura japonesa através de explicações sobre o passado do Japão. O público alvo são as pessoas que apreciam ou têm curiosidade sobre o Japão, e aqueles que pretendem visitar o país no futuro, seja como turista, a negócios ou como estudante, para que tenham maior proveito da oportunidade à partir do conhecimento de sua história. Não é necessário ter participado da aula anterior para participar. No final de cada aula haverá um tempo para perguntas dos participantes.

O curso é gratuito e realizado na Associação Cultural Mie Kenjin do Brasil, na Av. Lins de Vasconcelos, 3352, Vila Mariana (na saída da Estação Vila Mariana), São Paulo.

As aulas são as seguintes:
Dia 26/03/2017 – História do Japão 1 – Desde a ocupação do arquipélago japonês períodos Jomon, Yayoi e Kofun. Realizado.
Dia 30/04/2017 – História do Japão 2 – Períodos Asuka e Nara, origem mitológica do Japão. Realizado
Dia 21/05/2017 – História do Japão 3 – Período Heian. Realizado
Dia 25/06/2017 – História do Japão 4 – Períodos Kamakura e Muromachi
Dia 13/08/2017 – História do Japão 5 – Período Edo (isolamento do Japão)
Dia 24/09/2017 – História do Japão 6 – Período Meiji (modernização)
Dia 29/10/2017 – História do Japão 7 – Períodos Taisho e Showa antes da 2ª Guerra
Dia 26/11/2017 – História do Japão 8 – Período Showa durante e depois da Guerra
Dia 10/12/2017 – História do Japão 9 – Período Heisei até hoje
Horário: sempre das 9 às 12 horas. Inscreva-se (grátis) no Sympla. As inscrições são realizadas por aula. Essa inscrição refere-se ao dia 25/06/2017, domingo.

Os professores são:
– Cristiane A. Sato, formada em Direito pela USP, autora do livro JAPOP – O Poder da Cultura Pop Japonesa e presidente da Associação Brasileira de J-Fashion, palestrante em universidades, entidades, embaixada e consulado geral do Japão, foi bolsista da JICA em 2016, na Universidade de Kanazawa.
– Francisco Noriyuki Sato, formado em Jornalismo e em Publicidade pela USP, autor dos livros História do Japão em Mangá, Banzai – História da Imigração Japonesa no Brasil, entre outros, é presidente da Abrademi, diretor cultural da Associação Cultural Mie e editor dos sites culturajaponesa.com.br, imigracaojaponesa.com.br e kanazawa.net.br. Foi também bolsista da JICA, em 2014, e ministrou palestras em universidades e museus do Japão em 2016.

Apoio:

maio 312017
 

Para o estrangeiro que visita ou vive no Japão, é sempre uma grande dificuldade entender o povo japonês e, mais ainda, ser entendido pelo povo japonês. Não se trata de conhecer o idioma, mas de algo mais profundo, de sentimentos e de comportamento, que pode ser um senso comum entre todos os nativos do arquipélago, mas que pode ser (e é) incomum para os de fora.

“Sinto muito, não sou japonesa” é um livro da Noemia Atsuko Sakane Hinata, brasileira, que mora desde 1974 no Japão. Como professora universitária, escreveu diversos livros e, dentre eles, vários dicionários português/japonês. O livro foi publicado originariamente no Japão em 2015, em japonês, e agora está sendo lançado em português, em edição digital pela e-galaxia, e pode ser adquirido pela Amazon, Google Play, iBooks, Kobo, Saraiva e Cultura.

Veja alguns tópicos interessantes do índice: Redescoberta da cultura japonesa pelo lado brasileiro; O que nasce de um país estreito e das mudanças sazonais; a estética do silêncio e do incompleto; O lento tradicional; O “jeito de ser do japonês” que comecei a entender depois de perder meu marido; Conforto que vejo no diálogo à japonesa principalmente depois de idosa; A gentileza que foi cultivada e arraigada pelas condições climáticas; Em resposta ao comentário “Sinto muito, você não é japonesa”; Não quer experimentar errar um pouco?; e Imitando um pouco os brasileiros… talvez fiquem mais aliviados.

maio 132017
 

Durante 2017 será realizado um curso completo de História do Japão, com aulas uma vez por mês, aos domingos, em São Paulo. A iniciativa é da Abrademi em conjunto com a Associação Cultural Mie Kenjin do Brasil.

O objetivo é facilitar a compreensão da cultura japonesa através de explicações sobre o passado do Japão. O público alvo são as pessoas que apreciam ou têm curiosidade sobre o Japão, e aqueles que pretendem visitar o país no futuro, seja como turista, a negócios ou como estudante, para que tenham maior proveito da oportunidade à partir do conhecimento de sua história. No final de cada aula haverá um tempo para perguntas dos participantes.

O curso é gratuito e realizado na Associação Cultural Mie Kenjin do Brasil, na Av. Lins de Vasconcelos, 3352, Vila Mariana (na saída da Estação Vila Mariana), São Paulo.

As aulas são as seguintes:
Dia 26/03/2017 – História do Japão 1 – Desde a ocupação do arquipélago japonês períodos Jomon, Yayoi e Kofun. Realizado.
Dia 30/04/2017 – História do Japão 2 – Períodos Asuka e Nara, origem mitológica do Japão. Realizado
Dia 21/05/2017 – História do Japão 3 – Período Heian – Realizado
Dia 25/06/2017 – História do Japão 4 – Períodos Kamakura e Muromachi
Dia 13/08/2017 – História do Japão 5 – Período Sengoku (Guerra Civil e chegada dos portugueses)
Dia 24/09/2017 – História do Japão 6 – Período Edo (isolamento do Japão)
Dia 29/10/2017 – História do Japão 7 – Períodos Meiji (modernização) e Taisho
Dia 26/11/2017 – História do Japão 8 – Período Showa até a Segunda Guerra
Dia 10/12/2017 – História do Japão 9 – Pós-Guerra e a Era Heisei
Horário: sempre das 9 às 12 horas. As inscrições são realizadas por aula. Não é necessário ter assistido a anterior. Reserve sua vaga (grátis) no Sympla. Para inscrição para a 4ª aula do dia 25/6/2017, clique no link 4ª AULA
Os professores são:
– Cristiane A. Sato, formada em Direito pela USP, autora do livro JAPOP – O Poder da Cultura Pop Japonesa e presidente da Associação Brasileira de J-Fashion, palestrante em universidades, entidades, embaixada e consulado geral do Japão, foi bolsista da JICA em 2016, na Universidade de Kanazawa.
– Francisco Noriyuki Sato, formado em Jornalismo pela USP, autor dos livros História do Japão em Mangá, Banzai – História da Imigração Japonesa no Brasil, entre outros, e é presidente da Abrademi e editor do site culturajaponesa.com.br. Foi também bolsista da JICA, em 2014, e ministrou palestras em universidades e museus do Japão em 2016.

Apoio:                                                                                    Colaboração:

maio 102017
 
Do dia 20 a 28 de maio de 2017, os apreciadores da cultura japonesa poderão experimentar uma movimentada imersão realizada em duas localidades: o Pavilhão Japonês, no Parque Ibirapuera, e o Bunkyo, no bairro Liberdade em São Paulo. Serão dois finais de semana se estendendo por uma semana contínua de atividades orientadas por praticantes e especialistas de diversas artes japonesas. No Bunka Matsuri – A Festa da Cultura Japonesa o público poderá conhecer e vivenciar, entre outras atividades, a cerimônia do chá, exposição de ikebana, praça de alimentação de comida típica, oficinas culturais com especialistas da arte japonesa, visitas ao Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, show de música e dança folclórica japonesa. 
Veja a programação variada para família e todas as idades!
DIA 20 DE MAIO – SÁBADO – No Pavilhão Japonês
10h às 17h – Aberto para visitação
10h e 14h – Oficina como Vestir Yukata – Sessão de Fotos
11h e 15h – Iki Iki Taissô (Ginástica)
10h30, 13h, 14h30 – Oficina de Bonsai
10h30, 13h, 14h30 – Oficina de Artes Plásticas
10h30, 13h, 14h30 – Oficina de Origami
 
DIA 21 DE MAIO – DOMINGO – No Pavilhão Japonês
10h às 17h – Aberto para visitação
11h e 15h – Iki Iki Taissô (Ginástica)
11h, 12h, 13h, 14h- Cerimônia do Chá
10h30, 13h, 14h30 – Oficina de Bonsai
10h30, 13h, 14h30 – Oficina de Artes Plásticas
10h30 e 13h30 – Oficina de Ikebana
 
DIA 22 DE MAIO – SEGUNDA – No Pavilhão Japonês
10h às 17h – Aberto para visitação
10h30, 13h, 14h30 – Oficina de Artes Plásticas
10h30, 13h00, 14h30 – Oficina de Ikebana
 
DIA 23 DE MAIO – TERÇA – No Pavilhão Japonês
10h às 17h – Aberto para visitação
10h30, 13h00, 14h30 – Oficina de Oshibana
10h30, 13h00, 14h30 – Oficina de Cerâmica
 
DIA 24 DE MAIO – QUARTA – No Pavilhão Japonês
10h às 17h – Aberto para visitação
10h30, 13h, 14h30 – Oficina de Bonsai
10h30, 13h00, 14h30 – Poesia, Haicai e Nome em japonês
 
DIA 24 DE MAIO -QUARTA – No Bunkyo Liberdade
19h30 – Desfile de Quimono e Jantar com o Chef Shin Koike (adesão)
 
DIA 25 DE MAIO – QUINTA – No Pavilhão Japonês
10h às 17h – Aberto para visitação
10h30, 13h, 14h30 – Oficina de Origami
10h30, 13h, 14h30 – Oficina de Kirigami
 
DIA 27 DE MAIO – SÁBADO – No Bunkyo Liberdade
Apresentações artísticas e culturais, exposições, gastronomia, visita ao Museu da Imigração Japonesa, bazar e oficinas (Origami em tecido, Furoshiki, Shodô, Mangá, Origami, Kirigami, Oshibana, Shogui, Go, Soroban, Etiqueta Japonesa, Caminho de Shikoku) e campeonato de Hashi.
 
PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA E CULTURAL
10h – Abertura
10h05 – Rizumu Taissô ACAL (Ginástica)                                                      
10h25 – Mika Youtien Taikô                                                        
10h45 – Shizuoka Goju Kan – Karatê                                        
11h05 – Grupo Min – Shamissen                                             
11h20 – Heisei Yosakoi Soran (dança)                                                
11h45 – Cantora Harumi Miyamura                                                        
12h – Cerimônia de Abertura                                                   
13h – RKMD-Ryukyu Koku Matsuri Daikô                             
13h25 – Aikidô Maruyama                                                       
13h55 – Cantor Ricardo Nakase                                                      
14h15 – Hanayagi Ryu Ryutita Kai (Dança)                                             
14h30 – Kyowa e Kodaiko (TAIKO)                                              
14h50 – Hokkaido Yosakoi Soran (Dança)                                            
15h10 – Cantor Joe Hirata                                                                   
15h40 – Iwai Shunen Osaka Naniwa kai (Dança)                                     
15h50 – Teatro da Cerimônia do Chá               
16h15 – Kiendaiko                                                                     
16h40 – Shinsei ACAL Yosakoi Soran                                         
16h55 – Cantor Teddy Shigueyama                   
17h20 – Heisei Street Dance                                       
17h35 – Shinkyo Daiko                                                               
18h00 – Desfile Moderno de Quimono                                        
 
DIA 28 DE MAIO – DOMINGO – No Bunkyo Liberdade
Apresentações artísticas e culturais, exposições, gastronomia, visita ao Museu da Imigração Japonesa, bazar e oficinas (Origami em tecido, Furoshiki, Shodô, Mangá, Origami, Kirigami, Oshibana, Shogui, Go, Soroban, Etiqueta Japonesa, Caminho de Shikoku) e campeonato de Hashi.
 
PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA E CULTURAL
10h30 – Cantora Tatiane Kakazu
10h40 – Ryufukikai (Dança)
10h55 – ACAL  Buyou-bu Ikeshiba (Dança)
11h10 – Cantoras Yuri e Yumi Kataoka
11h20 – Shan Shan Kassaodori (Dança)
11h35 – Kyo Fujima Ryu (Dança)
11h50 – RKMD-Ryukyu Koku Matsuri Daikô
12:05 – INTERVALO
13h30 – Requios Gueino Eisa Taikô
13h45 – Cantora Mariane Suzuke
13h55 – Akemi Matsuda e Kawaii Revolution Stars (Show)
14h25 – Hanayagui Ryu Kinryukai (Dança)
14h40 – Kenko Taissô (Ginástica)
14h55 – Cantora Elaine Hara
15h05 – Fujima Ryu Nihon Buyo (Dança)
15h20 – Cantor Sérgio Tanigawa

*Programação Sujeita a Alterações

Onde: Pavilhão Japonês(Parque Ibirapuera — portão 10) – Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº — São Paulo — SP – (em frente ALESP) * próximo ao Museu Afro e ao Planetário.
Bunkyo Liberdade: Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa – (Bairro Liberdade) – Rua São Joaquim, 381 — São Paulo — SP – (próx. Metrô São Joaquim) 
maio 042017
 

Promovido pelo Ministério da Educação, Cultura, Esporte, Ciência e Tecnologia do Japão (MEXT), a Bolsa de Pesquisa em Pós-Graduação permite que candidatos com formação superior realizem pesquisas em universidades japonesas. As inscrições vão até o dia 31 de maio de 2017 e os aprovados seguirão em abril de 2018 ao Japão.

Os candidatos devem ter graduação completa (ou estar apto a se formar no ano corrente), menos de 35 anos e domínio da língua japonesa ou inglesa. O programa também inclui curso de japonês nos seis primeiros meses de bolsa, dependendo do nível de conhecimento da língua do aprovado. 

Trata-se de uma ótima oportunidade para cursar mestrado e/ou doutorado no Japão. O MEXT oferece também bolsas para graduação, técnico superior, profissionalizante, treinamento para professores e cultura e língua japonesa, mas para essas as inscrições não estão abertas.

Veja tudo no link aqui.

maio 042017
 

Por uma iniciativa do Grupo Temaki da Amizade – formado por médicos e amigos do Hospital Nipo-Brasileiro – e em parceria com a Assistência Social Dom José Gaspar – Ikoi-no-Sono, será realizado em Guarulhos o 5º Temaki Matsuri do Ikoi no Sono, no dia 21 de maio de 2017.

O convite dá direito a temakis à vontade incluindo acompanhamentos e sobremesa. Bebidas serão cobrados à parte. Diversão garantida para toda família, com sorteios, espaço de bazaristas para fazer suas compras.

Convite R$50,00 antecipado e R$55,00 no dia.
Crianças menores de 7 anos acompanhados dos pais não pagam.

Transporte  R$10,00 (Ida e Volta)  na Rua da Gloria, 326 – Liberdade 
Ida, 2 saídas: uma às 9h e outra ás 10h
Volta, 2 saídas: umas às 15h e outra às 16h
Dedique algumas horas do seu domingo para a sua diversão e, ao mesmo tempo, colaborar com os idosos residentes do Ikoi no Sono.

Pontos de Venda:
Centro
Escritório Ikoi-no-Sono – Rua São Joaquim, 381 – 4ºandar s/42 – Liberdade  3208-7248
Espaço Cultural Oriente – Rua Galvão Bueno 377 Box 6 Liberdade 2506-4307
Fancy Goods – Rua Galvão Bueno 224 Liberdade 3277-7267
Hachi Crepe e Café – Rua Galvão Bueno 586 Liberdade 3208-3113
Sul
Dai Suki – Rua Cubatão 619 V. Mariana 94244-4535
Enman Produtos Orientais – Av. Jabaquara 1588 – Saude 2578-5269
Restaurante Shisá – Rua Ramos Batista 276 V. Olimpia 3294-1760
Shiawase Comércio de Produtos Orientais – Rua Carneiro da Cunha 590 – Saude 3582-9258
Leste
Hospital Nipo-Brasileiro – Rua Pistoia 100 Setor Ultrasom Predio CD Pq Novo Mundo  
Mini Stop Papelaria e Presentes – Av. Guilherme Giorgi 227 V. Carrão 2294-2363
Urizun Produtos Orientais – Av. Conselheiro Carrão 2673 (no posto ALE) V. Carrão 2092-6191
Guarulhos
Sede Ikoi-no-Sono – Rua Jardim de Repouso São Francisco, 881 – Guarulhos 2480-112

maio 042017
 

A maior festa da cultura japonesa acontece de 5 a 7 de maio 
no Expobrasília, Parque da Cidade

Exposições de objetos, plantas e acessórios da cultura oriental, mais de 20 shows musicais, exibições de artes marciais como kendô (esgrima), kyudo (arco e flecha), ninjútsu (dos antigos ninjas), caratê, judô e jiu-jitsu, além de street dance, taisô (ginástica rítmica e alongamento), a tradicional dança Bon Odori e também a animada Matsuri Dance. E, ainda, karaokês, desfiles de cosplayers, oficinas, concurso de Miss Nikkey DF (as beldades nipônicas de Brasília), show de drift (técnica de direção de carros que consiste em deslizar nas curvas), bazar, workshops e o melhor da culinária japonesa para ser saboreada em mais de 20 estandes gastronômicos. O Festival do Japão tomará conta da capital federal com todas estas atrações que permitem ao público entrar em contato direto com a cultura nipônica.  

Em sua sexta e maior edição, o evento que já virou tradicional no Brasil e em sua capital  vai ocupar o Expobrasília – Parque da Cidade – de 5 (sexta-feira) a 7 (domingo) de maio em uma maratona que começa de manhã e só termina à noite. Serão três dias intensos, com celebridades e artistas da cidade que divulgarão as tradições japonesas e suas nuances. O que inclui a celebrada gastronomia washoku (cozinha japonesa tradicional), considerada Patrimônio Cultural Intangível da Humanidade. Udon (macarrão), camarão empanado, sushi, sashimi, temaki, okonomiyaki (espécie de panqueca frita) e todos os deliciosos crus e pratos quentes da cozinha oriental, como o yakisoba e yakitori (frango no espeto) feitos por quem sabe serão opções gastronômicas para o público se esbaldar.

Para além da praça de alimentação, o festival contará com dois palcos para receber cantores e bandas de músicas japonesas, grupos de danças folclóricas, como o Yosakoi Soran e o Odori e shows de taikô (tambores japoneses), com apresentações todos os dias. As bandas brasilienses de canções de animes (desenhos animados japoneses) Lunia e Skullzy, os cantores regionais Gabriela Sue e Roney Calazans, além dos concursos de karaokê e o brilhante show  de ilusionismo comandado pela dupla Edson e Kevin Iwasaki (SP) são algumas das atrações do evento. Nos palcos, as modelos também vão desfilar seu charme no concurso que escolherá a mais bela que receberá o título de Miss Nikkey DF 2017.

Ao passar pelo Expobrasília, além de curtir os shows e saborear os tradicionais pratos da típica culinária japonesa, o público vai poder comprar artigos e peças no bazar , conferir exposições, show de drift, fazer oficinas,  jogar e entrar no mundo dos personagens na ala de cosplayers, geek e nerds.

Dentre as exposições de relíquias da cultura oriental, haverá mostras de cerâmica yakishi (técnica com mais de 2 mil anos de existência) , ikebana (arranjos florais), bonsai (árvores miniaturizadas), quimonos (trajes típicos de seda), shodô (caligrafia artística), sumi-ê (pintura monocromática com tinta a base de carvão e papel de arroz), além do artesanato local. Ainda,  a exposição Washoku  – Cozinha Japonesa chega com um acervo de 50 réplicas de pratos japoneses tradicionais.

Já no espaço de cosplay, geek e nerd, a galera que gosta de se vestir de personagens de séries, desenhos e filmes vai marcar presença.  Cosplayers famosos da cidade vão desfilar e interagir com todos. O público poderá também entrar na diversão e ir vestido como seu ídolo. A ideia é que sejam três dias de animação, com espaço para toda a família.

Destaque ainda para exibições de artes marciais e para o show de drift que será comandado pelo piloto Hélio Fausto e sua equipe da BSB Drift.  A modalidade nasceu no Japão e se espalhou pelo mundo após sucesso do filme “Velozes e Furiosos – Desafio em Tóquio”.

O evento trará também workshops, onde o público vai ter a oportunidade  de aprender técnicas milenares de cerâmica, origami (técnicas de dobraduras em papel), kirigami (técnicas de recorte em papel), sumi-ê (técnica de pintura com tinta à base de carvão e papel de arroz) e shodô (caligrafia artística). Novidade desta edição, o workshop de karaokê vai permitir ao visitante se arriscar a cantar músicas japonesas. Detalhes sobre as inscrições pelo e-mail: contato@festivaldojapaobsb.com.br.

Quem quiser comprar artesanatos, plantas, flores ornamentais, roupas, souvenires e produtos naturais do Japão pode aproveitar os preços abaixo do mercado no bazar realizado com a participação de 100 estandes.

6ª Edição do Festival do Japão
Dias : 5, 6 e 7 de maio de 2017
Local: Expobrasília – Pavilhões A e B, no Parque da Cidade
Horários:  Sexta-feira (5/5): 12h às 22h, Sábado (6/5): 10h às 22h e Domingo (7/5): 10h às 18h
Ingressos: R$ 20 (inteira) ou R$ 10 (meia para estudantes, idosos, professores e pessoas com deficiência). Promoção: Meia-entrada para quem doar 1 kg de alimento imperecível (exceto sal). O alimento será entregue para o Banco de Alimentos da Seagri-DF
Passe livre: Crianças até 5 anos. Vendas no local, pontos de venda e no site: www.festivaldojapaobsb.com.br