ago 092018
 

Para celebrar a vida e a obra de Yukio Mishima, a Fundação Japão promove, de 9 a 23 de agosto, o evento Redescobrindo Yukio Mishima: cinema, literatura e performance. O especial inclui mostra de cinema, rodas de leitura, palestras e performance, em uma extensa programação em diversos pontos da capital paulista.

Esta é uma excelente oportunidade para o público brasileiro conhecer ou se aprofundar na história e obras de Yukio Mishima, pseudônimo escolhido pelo japonês Kimitake Hiraoka (1925-1970). O evento contará com a vinda de dois especialistas japoneses em Mishima: a Professora Makiko Kitani, da Universidade Doshisha, e o Professor Kin’ya Sugiyama, da Universidade Kanazawa, acompanhados pelo Professor Andrei Cunha, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, e de jovens pesquisadores brasileiros do Curso de Letras – Japonês da Universidade de São Paulo.

Outro destaque será a performance de butô de Emilie Sugai, baseada na obra Sol e Aço, traduzida pelo escritor Paulo Leminski. Todas as atividades deste especial terão entrada gratuita, muitas delas com vagas limitadas, portanto a retirada de ingressos poderá ser necessária.

Confira a programação completa e as informações sobre ingressos aqui.

A vida e a morte de Yukio Mishima

Nascido em Yotsuya, um bairro localizado em Shinjuku, Tóquio, em 14 de janeiro de 1925, o artista é hoje conhecido e reconhecido no Japão e em várias partes do mundo. Yukio Mishima desenvolveu diversas habilidades ao longo do tempo. Entre elas, trabalhou junto ao governo japonês e percorreu o mundo como correspondente do Jornal Asahi. Foi nessa época, 1952, que visitou o Brasil, passando pelo Rio de Janeiro, Lins e São Paulo.

Ao longo de sua carreira, escreveu romances, poemas, ensaios e peças teatrais e atuou no cinema. Suas obras literárias estão entre as primeiras a serem divulgadas no Brasil, tendo o auge ocorrido na década de 1980. Mishima concorreu a três prêmios Nobel de literatura em sua vida.

Grande admirador das tradições milenares japonesas, especialmente dos samurais, Yukio Mishima planejou sua morte com o mesmo cuidado e dramaticidade com que trabalhou suas obras. Depois de um discurso patriótico, cometeu suicídio, em um ritual denominado seppuku. Assim, de acordou com a tradição samurai, rasgou o próprio ventre com um sabre, em 25 de novembro de 1970.

Mostra de Cinema

A Mostra de Cinema do evento Redescobrindo Yukio Mishima: cinema, literatura e performance acontece na Cinemateca Brasileira, localizada na Vila Clementino, com ingressos distribuídos uma hora antes de cada sessão.

Compõem a programação os clássicos O homem do vento cortante (Karakkazeyarô / からっ風野郎), de Yasuzô Masumura; Ken: A espada (KEN, ), de Kenji Misumi; Conflagração (Enjô, 炎上), de Kon Ichikawa; O Templo do Pavilhão Dourado (Kinkakuji, 金閣寺), de Yôichi Takabayashi; Mar inquieto (Shiosai, 潮騒), de Senkichi Taniguchi; O equívoco da virtude (Bitoku no yoromeki, 美徳のよろめき), de Kô Nakahira; e Neve de primavera (Haru no yuki, ), de Isao Yukisada.

Os filmes serão exibidos em cópias de 35mm ou 16mm, com legendagem eletrônica.

A exibição do dia 18 de agosto, sábado, será precedida de apresentação dos professores doutores Makiko Kitani (Universidade Doshisha) e Kin’Ya Sugiyama (Universidade Kanazawa), que vieram do Japão especialmente para o evento. Após a exibição, os convidados seguirão no auditório para a palestra “Yukio Mishima – às vésperas dos 50 anos de sua morte”, ministrada pela Profa. Kitani, seguida de bate-papo com o público, acompanhada do Prof. Dr. Andrei Cunha, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Rodas de Leitura

Duas rodas de leitura convidam os apreciadores da literatura de Mishima a um debate sobre as obras Confissões de uma Máscara, Neve de Primavera e outras obras do autor. Com a coordenação de Thainá Garcia e Davi Vassão Rodrigues, ambos da USP, os eventos acontecem, respectivamente, nos dias 10 e 11 de agosto.

A primeira roda acontece às 20h, na Sala Multimídia da Casa da Cultura Japonesa, na Universidade de São Paulo. A segunda, das 15h às 16h30, na Cinemateca Brasileira.

Performance de Butô

A performance Sol e Aço da performer Emilie Sugai, é livremente inspirada na obra de mesmo nome, um dos últimos livros de Mishima.

Coreógrafa, dançarina de butô e performer, Emilie Sugai desenvolve uma linguagem própria e singular, em criações solos e em grupos, fruto de suas inquietações artísticas e de vida.

“Em Sol e Aço, vislumbro um caminho para o ato criativo do corpo, a busca pela loquacidade do corpo, o pensamento do corpo que emerge do silêncio e da corrosão das palavras: a linguagem da carne na compreensão do sentido da existência e da ação”, afirma Emilie Sugai.

Palestras

Além da palestra dos professores doutores Makiko Kitani (Universidade Dooshisha) e Kin’ya Sugiyama (Universidade Kanazawa), no dia 18 de agosto, durante a Mostra de Cinema, também haverá a participação dos convidados nos dias 22 e 23 de agosto.

No dia 22, quarta-feira, a Profa. Dra. Makiko Kitani estará na Japan House, às 19h, para a palestra “Yukio Mishima – o Kabuki, a Era Meiji e o Brasil”. No dia 23, às 19h30, será a vez do Prof. Dr. Kin’ya Sugiyama na Sala Multimídia da Casa de Cultura Japonesa na USP, com “Confissões de uma Máscara e o mar”.

Profa. Dra. Makiko Kitani

Especialista em literatura moderna japonesa, atualmente é Professora Doutora no Center for Japanese Language and Culture, da Universidade Doshisha, no Japão. O foco de sua pesquisa está em Yukio Mishima e teatro, com várias publicações sobre o assunto. O filme Neve de Primavera, de Isao Yukisada, que será exibido no dia 18 de agosto, contou com a sua participação na supervisão da linguagem de Kyoto.

Prof. Dr. Kin’ya Sugiyama

Concluiu o doutorado na Universidade de Tsukuba e desde o ano de 2009 leciona na Universidade de Kanazawa, Japão, no Instituto de Ciências Sociais e Humanas. Especialista em literatura japonesa, foi professor visitante na Universidade de São Paulo, entre 2016 e 2017. Dentre suas publicações, há vários livros sobre Yukio Mishima.

 

Prof. Dr. Andrei Cunha

Tradutor literário (japonês-português), concluiu o doutorado em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atua no curso de Bacharelado Tradutor Português/Japonês e no Programa de Pós-Graduação em Letras da UFRGS, na linha de pesquisa Teoria, Crítica e Comparatismo. É pesquisador na área de Letras, com ênfase em Estudos de Tradução e Literatura Comparada.

ENDEREÇOS

Cinemateca Brasileira
Endereço: Largo Senador Raul Cardoso, 207 – Vila Clementino, São Paulo-SP
Informações: (11) 3512-6111

Universidade de São Paulo (USP)
Endereço: Av. Professor Lineu Prestes, 159 – Cidade Universitária, São Paulo-SP
Informações: (11) 3091-2426

JAPAN HOUSE São Paulo
Endereço: Av. Paulista, 52 – 1º andar – Bela Vista, São Paulo-SP
Informações: (11) 3090-8900

MOSTRA DE CINEMA

Data: 9 a 19 de agosto, de quinta a domingo
Local: Cinemateca Brasileira – Programação e sinopses: Clique aqui!
(necessário retirar senha uma hora antes do evento, no local)

RODAS DE LEITURA

“Confissões de uma máscara” e “Neve de Primavera”, de Yukio Mishima
Data: Sexta-feira, 10 de agosto – Horário: das 20h às 22h
Local: Sala Multimídia da Casa de Cultura Japonesa, USP
(30 vagas, necessário retirar senha uma hora antes do evento. Leitores de outros livros do autor são bem-vindos.)

“Confissões de uma máscara” e “Neve de Primavera”, de Yukio Mishima
Data: Sábado, 11 de agosto – Horário: das 15h às 16h30
Local: Cinemateca Brasileira
(Necessário retirar senha uma hora antes do evento. Sujeito à lotação da sala. Leitores de outros livros do autor são bem-vindos.)

PALESTRAS

Yukio Mishima – às vésperas dos 50 anos de sua morte”, palestra da Profa. Dra. Makiko Kitani, com comentários do Prof. Dr. Andrei Cunha (Com participação do Prof. Dr. Kin’ya Sugiyama, que ao lado da Profa. Kitani comentará pontos importantes antes da exibição de Neve de Primavera)
Data: Sábado, 18 de agosto – Horário: 17h
Local: Cinemateca Brasileira
(Necessário retirar senha uma hora antes do evento. Sujeito à lotação da sala.)

“Yukio Mishima – o Kabuki, a Era Meiji e o Brasil”, com a Profa. Dra. Makiko Kitani
Data: Quarta-feira, 22 de agosto – Horário: 19h
Local: Japan House
(Necessário retirar senha uma hora antes do evento. Sujeito à lotação da sala.)

“Confissões de uma Máscara e o mar”, com Prof. Dr. Kin’ya Sugiyama e comentários da Profa. Dra. Makiko Kitani
Data: Quinta-feira, 23 de agosto – Horário: 19h30
Local: Sala Multimídia da Casa de Cultura Japonesa, USP
(50 vagas, necessário retirar senha uma hora antes do evento.)

PERFORMANCE DE BUTÔ

Sol e Aço, com Emilie Sugai
Data: Sábado, 11 de agosto – Horário: 19h
Local: Foyer da Sala BNDES, Cinemateca Brasileira

Para mais informações sobre Yukio Mishima conheça os artigos dos pesquisadores e colaboradores do Centro de Estudos Japoneses da USP

Histórico – Yukio Mishima
(Neide Hissae Nagae)
PDF

Kinjiki – As Cores Proibidas e o encontro de Mishima com o Butoh
(Ana Cristina Yokoyama)
PDF

Comentários sobre os filmes da mostra Redescobrindo Yukio Mishima
(Claudia Ideguchi e Ana Cristina Yokoyama)
PDF

Trechos e comentários dos livros de Yukio Mishima
(Davi Vassão Rodrigues e Thainá Bertrille Garcia)
PDF

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)