mar 272013
 

Treze milhões de cópias vendidas. “Ue o muite arukou” ou “Sukiyaki” tornou o cantor Kyu Sakamoto no japonês mais conhecido do mundo, em 1963.

Ouça a música original gravada por Kyu Sakamoto:

Aqui a versão da mesma música gravada em português pelo grupo carioca Trio Esperança:

Nascido em 1941, na província de Kanagawa, a infância de Sakamoto nao foi muito fácil. Era o período do pós-guerra, seu pai enfrentava dificuldades financeiras e bebia, e seus pais acabaram se separando quando ele tinha 14 anos. Tinham ao todo nove filhos, e os filhos menores, como o jovem Kyu, ficaram com a mãe, adotando o sobrenome dela. Assim, o nome real do cantor era Hiroshi Oshima (大島 九). O nome “Hiroshi” utilizava o kanji que mais comumente se lê como “kyu”, ou nove, como referência de ser o nono filho. Assim, o nome artístico ficou Kyu Sakamoto, usando o sobrenome do pai.

Kyu tocava trumpete na banda da escola, e aos 16 anos já era vocalista do grupo “The Drifters”, mas logo se desentendeu com os integrantes, passando a fazer parte do “Danny Iida and Paradise King”, que conseguiu gravar o primeiro disco em 1959, com Kyu no vocal, e alcançou um grande sucesso. Kyu foi convidado a gravar sozinho e estreou com a música “Ue o muite arukou”. Sucesso imediato. A sorte maior veio quando o inglês Louis Benjamin, proprietário da Pye Records, ouviu a música em sua visita ao Japão, em 1963. Depois de constatar a dificuldade que os britânicos teriam para pronunciar o nome da música, resolveu alterá-la para “Sukiyaki”, simplesmente porque era fácil de falar e era japonês. Primeiro, ele lançou a versão instrumental da música, que foi gravada por Kenny Ball and his Jazzmen. Depois do sucesso dessa versão, foi a vez de lançá-la na voz de Kyu Sakamoto, que alcançou o sexto lugar nas paradas inglesas. A música foi lançada nos EUA, no mesmo ano, pela Capitol Records e alcançou o primeiro lugar na Billboard Hot 100 Number One Single, permanecendo no posto por três semanas.

Com o sucesso, o cantor pôde se apresentar em vários países, e várias versões continuam sendo gravadas no mundo inteiro. Até hoje, Sukiyaki foi a única música japonesa a liderar o ranking da Billboard americana.

Em 1968, Kyu Sakamoto e Hachidai Nakamura participaram do 3º Festival Internacional da Canção, no Rio de Janeiro. Naquele ano, a música “Sabiá”, de Tom Jobim e Chico Buarque, foi a vitoriosa, na voz de Cynara e Cybele, mas foi um festival tumultuado, feito em várias etapas, com protestos e vaias, em plena época da censura militar. As músicas de protesto ao regime fizeram sucesso, como foi o caso de “Pra não dizer que não falei das flores”, que Geraldo Vandré lançou naquele evento, e o japonês campeão de vendas nem foi notado. Ele não cantou “Sukiyaki”.

Kyu Sakamoto faleceu em agosto de 1985, na queda do Boeing 747 Jumbo, da JAL, quando ia de Tóquio a Osaka.

mar 142013
 

Kenko Hyougen Taisso

A Associação Kenko Hyougen Taisso do Brasil (presidente Toshie Kawazoe) promoverá o 4º Seminario & Festival de KENKO HYOUGEN TAISSO no dia 9 de Junho de 2013 , a partir das 10 horas, no Grande Auditorio do Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, na Rua São Joaquim, 381 – Liberdade, São Paulo.

Essa Associação é a filial brasileira da Zen Nippon Ongaku Kenkyu Kai (Zen Ken On), que pode ser traduzido como Associação de Pesquisas de Músicas de Saúde de Todo do Japão.
O festival contará com a presença do presidente da Zen Ken On (matriz na cidade de Hamamatsu, Shizuoka, Japão) a professora de honra de Universidade de Shizuoka, Chiyoko Saito.

Criando coreografias para melodias conhecidas e que permanecem em nossas memórias (também divulga a cultura japonesas para as crianças), faz uso de elementos contidos nas ginásticas de expressão, de alongamento, de estímulos, de movimentos para articulações, de ginásticas kikou, etc. A ginástica de saúde é para todas as idades, mas principalmente para a melhor idade, pois a ginástica tem movimentos que estimulam o corpo, a alma e a mente.

A ginástica Kenko Taisso se apoia no tripé:
CORPO: conjugando movimentos para obter determinados resultados, executamos de forma que qualquer pessoa possa fazê-la em qualquer lugar.
ALMA: movimentar o corpo ao som de melodias que estavam saudosamente em nossa memória nos leva ao equilíbrio e ao bem estar.
MENTE: enquanto executamos repetidamente os movimentos fáceis, pensamos no que vem na sequência, e fazemos uso do cérebro para relembrá-los. A tensão e a concentração não percebidas no dia-a-dia fazem com que a mente seja mais ativado.

A entrada é franca, mas será necessário retirar o ingresso do evento entrando em contato com a Associação Kenko Hyougen Taisso do Brasil: Tel. 11 4828-3611 kenkotaissobrasil@gmail.com.

fev 222013
 

Gaijin Sentai OST

Expoente do j-rock nacional, a banda Gaijin Sentai lança OST, um álbum todo cantado em japonês que mistura elementos de heavy metal e ritmos tradicionais brasileiros e japoneses. Fazer rock japonês no Brasil. A frase pode parecer um pouco estranha para você, mas essa foi a ideia e o desafio da banda paulistana Gaijin Sentai.

Criada em Caraguatatuba, a Gaijin Sentai ganhou notoriedade ao misturar músicas de Anime e Tokusatsu com heavy metal e alguns elementos de ritmos tradicionais brasileiro, como o maracatu. A receita deu certo, e a banda conquistou seu espaço junto aos fãs de rock e cultura pop japonesa, fazendo diversos shows pelo Brasil e até mesmo uma turnê Sul Americana ao lado do rockstar japonês Eizo Sakamoto, vocalista da banda Anthem, que também já passou por Jam Project e Animetal, uma turnê em Portugal em 2010 e participação em edições da Virada Cultural Paulista em várias cidades do Estado, inclusive na capital.

Após se apresentar em diversos eventos de cultura japonesa, como Festival do Japão, Tanabata Matsuri e Anime Friends, a banda tornou-se a maior referência brasileira em animesongs. O reconhecimento público Otaku veio com a vitória no concurso Sony Ericsson Animax de Música Independente. Desde então, a Gaijin Sentai foi protagonista de diversas reportagens e canais de televisão, como Globo, Play TV, Estadão, Rede TV, Rede Bandeirantes, Multishow e NHK. Para 2013, a banda traçou um objetivo audacioso: fazer o primeiro álbum de hard rock/metal inteiramente cantado em japonês produzido no ocidente. Para ajudar na realização do projeto, a banda se inscreveu em um concurso do Programa de Ação Cultural (PROAC), do Governo do Estado de São Paulo, e sagrou-se vencedora entre mais de 500 projetos, conseguindo recursos para realizar o sonho de produzir seu álbum.

“Foi uma surpresa receber a notícia. Afinal, tocando rock japonês havíamos sido selecionados entre tantos candidatos já consagrados da música popular brasileira”, afirma Jefferson Amorin, tecladista da Gaijin Sentai. O Prêmio obtido no PROAC garantiu a alta qualidade na gravação do álbum OST, que será lançado oficialmente no dia 27 de fevereiro.

Mixado no Norcal Studio por Brendan Duffey e Adriano Daga, dupla que já trabalhou com grandes nomes do rock nacional como Angra, Edu Falaschi, Tihuana e Biquini Cavadão, OST conta com 12 faixas misturando os tradicionais vocais masculino e feminino da Gaijin Sentai, além de participações especiais, como o rockstar japonês Eizo Sakamoto, que empresta sua voz a duas músicas, e dos respeitados Tsukasa Kaito e Yooheu Kaito, referências no Brasil quando falamos de Taiko e Shamisen, instrumentos tradicionais japoneses de percussão e cordas, respectivamente. Outro diferencial do OST é o rico encarte, que contém 13 ilustrações originais que têm relação direta com o álbum e influências de tokusatsus das décadas de 60, 70 e 80.

“Tentamos reproduzir a poesia das produções, mas com todo cuidado, para produzir algo autêntico, e que ao mesmo tempo tivesse relação com as músicas e contribuísse para a obra como um todo”, conta Nordan, vocalista da Gaijin Sentai. OST já está disponível para a pré-venda no site da banda e estará disponível em lojas especializadas em hard rock e j-rock a partir do dia 27 de fevereiro.

Para saber mais sobre a Gaijin Sentai, acesse: Site: www.gaijinsentai.com.br Facebook: www.facebook.com/gaijinsentai Entrevista na NHK: http://www.youtube.com/watch?v=UDjQ9HqjylY  Teaser: http://www.youtube.com/watch?v=yVA_oSiOFBw

fev 182013
 

O tradicional concurso de karaokê da UPK – União Paulista de Karaokê, conhecido como Paulistão, será realizado na sede do Instituto Cultural Nipo-Brasileiro de Campinas, localizado na Rua Camargo Paes, 118, na cidade de Campinas, interior do estado de São Paulo, nos dias 22 a 24 de fevereiro de 2013, com início às 11h no dia 22, sexta-feira, e às 8h nos demais dias.

No total 627 cantores selecionados em seletivas realizadas em 15 filiais de todo o Estado de São Paulo estarão disputando o Paulistão. São 15 as categorias de cantores.

fev 152013
 

J-Melo Mayu Watanabe

Sayumi Michishige

No domingo, dia 17 de fevereiro, às 23h30 no Japão, o programa J-Melo estará apresentando o The 6th J-Melo Awards, com participação especial de Minami Takahashi e Mayu Watanabe, do grupo AKB 48, e de Sayumi Michishige, Mizuki Fukumura e Haruna Iikubo, do grupo Morning Musume. Esse programa deverá ser exibido no sábado dia 23 de fevereiro às 14 horas no Brasil, pela TV NHK, disponível dentro do pacote de canais étnicos da TVA Vivo e Net.
Continua aberto o concurso para cantar no Programa J-Melo. Veja o regulamento no nosso post anterior.

fev 142013
 

O The Friends não conseguiu classificação para a final ao vivo no programa “Nekketsu! Oyaji Battle!”, da TV NHK, mas por ser a primeira banda estrangeira a ficar entre os 30 finalistas, a banda terá uma participação especial no programa, cujas imagens serão gravadas nos ensaios e no show que a banda fará no próximo sábado.
O show, que será em homenagem aos 60 anos de imigração japonesa do pós-guerra, chama-se “Gambare Nippon! Shinshun Friends Kayou Show”, e acontecerá a partir das 13 horas do dia 16 de fevereiro de 2013, no auditório da Associação Miyagui Kenjin, na Rua Fagundes, 152, Liberdade, São Paulo/SP.
Ao todo serão 22 músicas especialmente selecionadas, incluindo a música “Moete Samba”, com a qual o grupo disputou o concurso da NHK, e que tem na vocal a cantora Elaine Hara.
Como o show é gratuito, convém reservar o lugar pelo telefone 11 3277-1121.

Veja post anterior sobre o programa “Nekketsu! Oyaji Battle”.

fev 142013
 

No dia 27 de fevereiro de 2013, a banda brasileira Gaijin Sentai realizará, no Ice Café do Shopping Serramar (Avenida José Herculano, 1086, Caraguatatuba, SP), o lançamento do álbum – OST. Pocket Show Acústico, bate -papo com os fãs, e como não poderia faltar: Venda do novo CD! A banda é conhecida por tocar músicas-temas de animê e tokusatsu no estilo rock, e já tem três shows marcados em Portugal para este ano.

Gaijin Sentai _ Novo CD e Show

fev 072013
 

O programa J-Melo é apresentado em inglês pela cantora May J e vai ao ar pela TV NHK aos domingos, às 23h30 (no Japão), e no Brasil é transmitido aos sábados, às 14 horas.
J-Melo é uma abreviação de Japan Melody, e como o nome diz, o programa só fala de música, com entrevistas e apresentações, enfocando principalmente a música pop.

Glay é uma das atrações do J-Melo

Tokyo Girl’s Style

No dia 10/2 (Japão), J-Melo tem como convidado o cantor Shinichi Osawa e conta com comentários exclusivos das bandas Glay e Tokyo Girl’s Style.
Participe! – J-Melo convida cantores profissionais ou amadores para enviarem um video com uma música cantada em japonês, que poderá ser uma música japonesa qualquer, ou uma composição original, desde que seja no idioma japonês. Pode ter acompanhamento de banda ou coral. O vídeo selecionado irá ao ar no programa J-Melo, transmitido em todo o Japão e também em vários países.
A recomendação do programa é:
1 – Leia todo o regulamento da J-Melo que está no site em inglês.
2 – Preencha todos os quadros do formulário.
3 – O video pode ser de artistas amadores ou profissionais. Envie quantos vídeos quiser.
4 – Para evitar problemas legais, não encaminhe os mesmos vídeos para outros sites.
5 – Não misture materiais com direitos autorais de terceiros, como fotos, filmes e programas de TV em seu vídeo.
Como enviar seu vídeo: http://www.nhk.or.jp/j-melo/nhkworld/english/singer_search/index.html

Veja a participação da banda brasileira Gaijin Sentai no programa J-Melo.

fev 072013
 

Tokyo Kawaii TV pela NHK

Apresentado pelo ator Ikki Sawamura e pela cantora Beni, natural de Okinawa, cujo pai é americano, o programa Tokyo Kawaii TV fala da moda e da cultura jovem de Tóquio. O programa vai ao ar pela TV NHK, sendo exibido no Japão às 23h30 de sábado, e no no Brasil às 12h20 (horário de Brasília) de domingo, abordando um tema diferente a cada programa, que tem a duração de 30 minutos.
No programa do dia 10/2 (no Brasil), o programa abordará o Dia dos Namorados (Valentine’s Day), mostrando os lançamentos da indústria do chocolate para este ano (o costume japonês é presentear com chocolate), o chocolate feito em casa, e as roupas combinadas para os casais.
No dia 17/2, Kawaii TV fala sobre o segredo das meninas.
Depois do Kawaii TV, a emissora exibe o noticiário BS News, de 10 minutos, e em seguida, começa a transmitir o tradicional concurso de calouros NHK Nodojiman.
A TV NHK faz parte dos canais étnicos da Vivo (TVA) e da Net.

fev 052013
 

Yuubi e Kiraku no Bunkyo

Tudo foi muito bem planejado. Desde a disposição das mesas, no saguão de acesso ao auditório, ao vídeo exibido antes de abrir a cortina. Os minutos finais da apresentação e até a saída do público, quando os artistas receberam os cumprimentos pessoalmente. Tudo foi perfeito.
Não deve ter sido fácil para a Hiroka Matsui Sato, orientadora e líder dos grupos Yuubi e Kiraku, que fizeram uma apresentação única no dia 20 de janeiro de 2013, no Bunkyô da Liberdade, em São Paulo. Hiroka aprendeu dança clássica japonesa da escola Hanayagi por 24 anos, e conseguiu formar esses dois grupos, um de dança e outro de taikô, reunindo seus filhos, sobrinhos e amigos, contando com a ajuda do irmão Kazuma, do grupo Hibiki Family, que atua no Japão, e que fez apresentações memoráveis no Bunkyo e na Semana da Cultura Japonesa no Anhembi, em 2008. Veja matéria.

Quem imagina a dança tradicional japonesa, pensa naquelas apresentações cansativas, embaladas por músicas monótonas, mas não foi o que se viu no show do Yuubi e Kiraku. Eles surpreenderam o público com uma programação variada e animada, mesclando shows dramáticos e tradicionais com humor, geralmente introduzidos pelo experiente Kazuma Hibiki. Na primeira parte, as apresentações foram individuais, como da pequena Mai Iijima Matsui, de 12 anos, que dançou a música da raposa (kitsune), da Arissa Iijima Matsui, de 14 anos, que encantou com a tradicional música de Kumamoto”Otemoyan”, e de Erick Mizuki Ijima Matsui, de 17 anos, que representou o famoso samurai Rashoumon.

Na segunda parte, os shows foram em grupos e igualmente empolgantes. Sakura Sakura, Sakura Ondo, Ume Ichirin… Músicas que parecem remeter a um Japão antigo, e que podem trazer muitas lembranças aos imigrantes. Senhoras idosas que assistiam às apresentações se encantaram com as músicas e sorriam a cada número, como se voltassem à infância. O taikô do grupo Kiraku deu um brilhante final ao evento, que mereceu o auditório lotado e os incansáveis aplausos do público.

Não foi permitido fotografar o evento, por isso, postamos o link da matéria da TV Nikkey.