fev 252018
 

A Associação da Província de Nagasaki precisa de voluntários para a tradicional “Dança do Dragão”, que será apresentada no Festival do Japão em Julho de 2018. O dragão é o mesmo utilizado no festival “Okunchi Matsuri” no Japão e foi doado pelo governo de Nagasaki. Não é necessário ter experiência em dança, pode ser homem ou mulher de 18 a 40 anos. Precisam de 20 pessoas para compor o grupo.

Os ensaios semanais são realizados no Bunkyo, Rua São Joaquim, 381 – Liberdade, às segundas à partir das 19 horas. O primeiro ensaio será 26/2, e mesmo quem não puder participar desse ensaio poderá vir no ensaio do dia 05/3. Faça parte desse grupo e dessa história!

Pelo vídeo dá para se ter uma ideia do festival todo, que recebeu influência da China e da Holanda, por causa do seu porto.

Se estiver interessado, envie e-mail com nome completo: nagasakibrasil@gmail.com

jan 292018
 
A cozinheira Marlene Fukushima realiza a 4ª edição da Oficina de Comida Caseira Japonesa com cardápio de verão, no dia 4 de fevereiro, das 8h às 14h. Os participantes vão aprender 6 receitas: hiyashi somen (macarrão somen frio), dois tipos de tempurá (berinjela e camarão), dois sabores de oniguiri (bolinho de arroz com nori recheado de ume e salmão), usuyaki (omelete japonesa picadinho), tsukemono de goya (conversa estilo Okinawa) e de sobremesa mizuyookan de matcha (gelatina de chá verde). 
Os japoneses preparam a comida conforme a estação do ano, pois trazem maior conforto ao corpo e os ingredientes são mais frescos e econômicos. No verão, privilegia-se os pratos mais refrescantes. No cardápio da Oficina, o prato principal será o hiyashi somen, que é servido gelado, e pode ser complementado com o tempurá e o usuyaki. “Embora seja uma fritura, o tempura é misturado ao molho gelado do somen, o que traz uma sensação refrescante”, afirma Marlene, que aprendeu a cozinhar com a  mãe, montou o próprio buffet especializado em comida caseira japonesa tem ensinado seus segredos e truques durante a oficina. 
O tsukemomo (conserva) de goya é um prato típico de Okinawa. Conhecido por suas propriedades benéficas, os estudos mais recentes apontam que ajuda a combater diabetes, câncer e é um dos fatores para a longevidade do povo de Okinawa. O tsukemono preparado na Oficina utiliza técnicas de preparo que amenizam o amargor do goya.
Todos são convidados para colocar a mão na massa para preparar os pratos. Mesmo quem não tem experiência pode participar. 
Ao final, é realizado um almoço de confraternização para degustar os pratos preparados durante a Oficina.
 
Cardápio de verão
• Hyashi somen (macarrão somen frio)
• 2 tipos de tempurá (berinjela e camarão)
• Oniguiri (ume e salmão salgado)
• Usuyaki (omelete japonesa picadinho)
•Tsukemono de goya (conversa estilo Okinawa)

• Sobremesa mizuyookan de matcha (gelatina de chá verde)
*cardápio sujeito a alterações

Serviço
4 de fevereiro, das 8h às 14h
Rua 1º de Janeiro, 53 – Vila Clementino (ao lado do metrô Santa Cruz)
Valor: R$ 290 (inclui apostila de receitas, ingredientes e almoço)
Informações: cursos@kaminaricomunicacao.com.br
Whats App: 97130-3335

dez 282017
 

Chega ao Brasil no dia 20 de janeiro de 2018 a missão do diretor de arte e artista plástico japonês Sebastian Masuda. Denominada Time after Time Capsule, a cápsula do tempo tem viajado pelo mundo desde 2014, com o objetivo de difundir a cultura japonesa, em especial a chamada cultura kawaii.

Trata-se de um movimento bastante popular no mundo inteiro, inclusive no Brasil, de compartilhar o amor por meio desta cultura pop, na qual cores, formas, objetos, figurinos e acessórios infantis resgatam a inocência, a pureza e a alegria de adeptos de todas as idades. Para Masuda, sua cápsula do tempo é um projeto participativo global, que convida as pessoas a compartilhar o amor em uma série de atividades, abertas a todas as pessoas, independentemente de sexo, idade, origem ou nacionalidade.

“Ao conhecer que uma parte das novas gerações no mundo cultuam a cultura de Harajuku fervorosamente, constatei que esse fato ultrapassa fronteiras de países, etnia e gênero, e que é um conceito indispensável para a atualidade”, revela Masuda, sobre sua motivação para o projeto.

A cada parada, são promovidos workshops e diversas atividades ao redor de um enorme personagem transparente elaborado especialmente para esta ocasião. Ao longo do dia, os participantes poderão participar de uma palestra ministrada por Sebastian Masuda, e depois terão à sua disposição papéis, canetas coloridas e diferentes materiais para produzir, em um workshop, cartas decoradas, que serão inseridas na escultura gigante. O conteúdo contido nas cartas será direcionado a seus próprios autores, que no futuro terão a oportunidade de rever suas mensagens.

Isso porque, após percorrer diversos países, a cápsula retorna ao Japão em 2020, permanecendo em Tóquio durante a realização dos Jogos Olímpicos. A partir de 2035, as cápsulas iniciarão uma viagem de retorno, para reencontrar, em cada país onde havia estado, os participantes de cada um dos eventos e devolver-lhes suas cartas, para que possam relembrar as mensagem ali deixadas.

Até 2020, terão recebido as cápsulas do tempo de Sebastian Masuda, além do Brasil, as cidades norte-americanas de Miami, Nova Iorque, Seattle, Washington DC, São Francisco, Los Angeles e Alasca, e também Paris, Londres, Cingapura, África do Sul (Cidade do Cabo), Angola e Bolívia.

A cultura Kawaii no Brasil 


Uma de suas mais recentes passagens com a cápsula do tempo, Sebastian Masuda esteve na África, em Angola. A passagem surpreendeu o artista pela quantidade de informações que os residentes locais tinham sobre o Japão e a cultura pop, por meio do acesso à internet, principalmente através de sites brasileiros.

Esta popularidade no Brasil também pode ser percebida por Masuda pelas visitas de brasileiros à sua loja, 6%DOKIDOKI, em Harajuku, bem como pelas mensagens que recebe no Facebook.

“Há algum tempo sabia que a cultura Kawaii é popular na América do Sul, no entanto ainda não havia tido oportunidade de visitar esses países. Agora, com a minha nomeação como Embaixador da Cultura, visitarei o Brasil para verificar a comentada popularidade com meus próprios olhos.”

Esta será a sua primeira vinda ao país, e sua expectativa com a realização da palestra e do projeto de arte é que os brasileiros tenham a oportunidade de se aproximar do Japão, mais e mais.

Sebastian Masuda


O diretor de arte e artista plástico Sebastian Masuda nasceu em 1970, na província de Chiba, no Japão. Após atuar no universo do teatro e da arte contemporânea, inaugurou em 1995, em Harajuku, a “6%DOKIDOKI”, uma loja de temática Kawaii.

Em 2009, iniciou a turnê internacional “Harajuku Kawaii Experience”, para divulgar a cultura de Harajuku ao mundo. Recebeu destaque mundial ao produzir o videoclipe “PONPONPON”, para o lançamento do single de estreia da Kyary Pamyu Pamyu, ícone do pop japonês.

Atua ativamente na promoção da cultura kawaii de Harajuku como artista e diretor de arte. Também criou um restaurante-conceito, o “KAWAII MONSTER CAFÉ”.

Sua primeira exposição individual, “Colorful Rebellon – Seventh Nightmare”, foi realizada em Nova Iorque, em 2014. Em 2015, recebeu o Prêmio New Wave, no Yubari International Fantastic Film Festival.

Em maio último foi nomeado Embaixador da Cultura pela Agência de Assuntos Culturais do Governo do Japão. Atualmente também atua como professor visitante nas Universidades de Arte e Design de Quioto e de Yokohama.

Mais informações sobre o artista podem ser encontradas em seu site oficial: http://m-sebas.com ou em sua página no Facebook: https://www.facebook.com/sebastian.m.art/

Serviço: Data: 20 de janeiro de 2018 (sábado)

Horário:
• Palestra: das 11h às 13h (em japonês, com tradução consecutiva)
• Workshop: das 15h às 18h

(A palestra tem vagas limitadas. As senhas para participação serão distribuídas uma hora antes, no local)

Local: Japan House São Paulo – Av. Paulista, 52, São Paulo

jun 292017
 

A NHK WORLD estará presente no Festival do Japão que será realizado de 7 a 9 de julho no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center. Este ano, o destaque do estande é a língua japonesa, pois será apresentado o  Curso de Japonês , que é transmitido pela RÁDIO JAPÃO, e o Japan Easy que vai ao ar através da NHK WORLD TV.

Convide os amigos e leve a sua turma para participar das atividades que estão programadas. Registre o momento e compartilhe fotos no Facebook com a hashtag #nhkjapanese.

Seu Kanji favorito
Que tal experimentar a escrita japonesa? Você pode escolher um ideograma Kanji da sua preferência, seja pelo formato ou pelo significado, e tentar reproduzi-lo no papel.

Fotos com os personagens do Curso de Japonês
Tire belas fotos ao lado da Anna e demais personagens do curso de japonês no painel ilustrado que estará disponível aos visitantes.

No estande da NHK você poderá conferir também o website e os vídeos dos programas.

20º Festival do Japão 2017
 Data: 07, 08 e 09 de julho de 2017
 07/07/17 – sexta – 12 às 21 horas
 08/07/17 – sábado – 10 às 21 horas
 09/07/17 – domingo – 10 às 18 horas

Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center
 Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, São Paulo
 Ingressos: R$ 22 (antecipado e online), R$ 25 (bilheteria no dia) e R$ 12 (meia-entrada, online e na bilheteria)
 Estacionamento no local (terceirizado) – R$ 45
 Transporte gratuito do metrô Jabaquara, das 8 às 22 horas

*Ingressos antecipados à venda nos pontos de vendas oficiais e pelo site.
 * Entrada gratuita para crianças até 08 anos, mulheres acima de 60 anos e homens acima de 65 anos. * Meia-entrada apenas mediante documento de comprovação

Informações: www.festivaldojapao.com – Tel: (11) 3277-6108 / 3277-8569
 Facebook: www.facebook.com/festivaldojapao
jun 292017
 

O 20º Festival do Japão 2017 acontece nos dias 7, 8 e 9 de julho, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, em São Paulo. Além das atrações do palco, das oficinas culturais e dos estandes comerciais, os destaques ficam por conta da alimentação, coordenada por cada uma das 47 províncias japonesas. Apresentamos aqui o cardápio da província em ordem de número do estande.

  1. NAGANO – nozawana zuke (conserva), tempurá, shiitake gohan (risoto de shiitake), temaki, dorayaki (bolinho doce com recheio)
  2. OSAKA – Naniwa udon (macarrão com caldo quente), obentou, okonomiyaki (panqueca japonesa)
  3. SHIZUOKA – sukiyaki donburi (carne e verdura grelhada com arroz), conserva de berinjela, gyoza e doce
  4. IWATE – Sanriku wakame udon (macarrão com caldo quente), korokke (croquete), korokke bentou, gyoza
  5. KODOMO NO SONO – yakisoba, tempurá redondo, tenpura teishoku, tonjiru, temaki, bebidas
  6. YAMAGUCHI – ichigo daifuku (massa de araruta com recheio de morango e feijão doce), bari bari soba (yakisoba crocante), Choshu tempurá, karaage – fechado na sexta
  7. HIROSHIMA – okonomiyaki (panqueca japonesa à moda de Hiroshima fu) – fechado na sexta
  8. TOCHIGI – yakisoba, gyoza, kanpyo zushi (sushi típico da província), amazake (bebida doce à base de sakê)
  9. SAGA – tempurá de sorvete e pastel
  10. MIYAZAKI – chicken nanban (espetinho de frango), café, amazake (bebida doce à base de sake), umeboshi (conserva de ameixa japonesa)
  11. YAMANASHI – Houtou (sopa dos samurais, prato típico da província), nikuman (pão chinês), tonkatsu karê rice (arroz com curry e tonkatsu), lamen, ichigo daifuku (bolinho recheado com morango e pasta doce de feijão azuki)
  12. NAGASAKI – Nagasaki chanpon (macarrão com caldo quente), gyoza – fechado na sexta
  13. MIYAGI – gyutan (língua de boi assada), gyoza, kaisen sossu yakisoba (macarrão com molho inglês e fruto de mar), harakomeshi (arroz temperado com salmão), takenoko sushi meshi (arroz de sushi com broto de bambu), azuki aisu (raspadinha com feijão doce azuki), sendai dondon yaki
  14. YASSURAGI HOME – gyoza, tempurá, shimeji, temaki, harumaki (rolinho primavera), kani korokke (bolinho de kani), cocada e bebidas
  15. KAGAWA – Sanuki Udon (macarrão udon com caldo, comida típica da província)
  16. ENKYO PIPA – yakitori (espetinho de frango), yakizakana, karê rice (arroz com curry), doces caseiros, sushi
  17. IKOI NO SONO – Teishoku de sanma (peixe grelhado), yakizakana (anchova grelhada), tonkatsu (milanesa), kakigoori (raspadinha), ichigo daifuku (bolinho de araruta com recheio de morango e feijão), batata louca, bolinho de kani
  18. KOCHI – Tai no mushi (peixe cozido no vapor), sugata zushi (peixe cru com arroz de sushi), tataki (sashimi levemente grelhado), yakisoba, motiiri udon (macarrão com caldo quente) e sakura mochi (moti com folha de cerejeira)
  19. CHIBA – yakisoba (macarrão com verdura e carne grelhado), gyoza, sushi, sashimi, hot roll (sushi frito), harumaki (rolinho primavera), udon e robatta (espetinhos)
  20. SHIGA – gyoza, tokusen karê rice (arroz com curry especial), Kansaifu shoyu lamen (macarrão com caldo à moda de Kansai)
  21. GUNMA – kaki age ebi tempura (tempurá de camarão), obentou
  22. FUKUOKA – Hakata lamen (macarrão com caldo típico da província), temaki e tidori manju (bolinho tradicional da província)
  23. IBARAKI – sushi, sashimi, yakisoba, gyoza, harumaki, temaki, kuri-okowa (arroz com castanhas)
  24. ISHIKAWA – hijiki okowa (arroz temperado com alga hijiki), sakura mochi (doce de feijão com folhas de sakura), sanshoku ohagi (doce com feijão), gyudon (arroz com carne)
  25. GIFU – shimeji com bacon (cogumelo com bacon grelhado), mitarashi dango (espetinho de massa de arroz com feijão doce), takoyaki, lamen, ayu shioyaki (peixe grelhado)
  26. WAKAYAMA – Kansaifu Okonomiyaki (panqueca japonesa à moda de Kansai)
  27. OKINAWA – soba de okinawa (macarrão com caldo quente típico da província), sata andagui (bolinho de chuva típico da província), yakisoba, tempurá, shimeji, temaki
  28. EHIME – gyoza, nikkuman, taruto (rocambole), sakepirinha (bebida doce à base de sakê), amazake, udon – fechado na sexta
  29. HOKKAIDO – yaki nishin (arenque grelhado), yaki ika (lula grelhada), chocolate, fondue de frutas, chocolate e kurogoma pannacota (pannacota de gergelim preto)
  30. TOYAMA – sukiyaki don (sukiyaki com arroz), tempurá de verdura e camarão, korokke (croquete), annindoufu (doce tofu com amêndoas) e mini korokke
  31. NARA – kaki no ha zushi (prato típico da província), Okonomiyaki (panqueca japonesa), oshiruko (caldo doce de feijão e mochi)
  32. KIBO-NO-IÊ – Sonho
  33. KAGOSHIMA – Karukan Manju (doce especial típico da província), satsuma age (massa de peixe prensada e frita), espetinho, onigiri (bolinho de arroz), shimeji
  34. FUKUI – Etizen Oroshi Soba (macarrão típico de trigo sarraceno), pastel, teppan yakisoba, yakichozume (linguiça)
  35. TOTTORI – Daisen okowa (arroz temperado – prato típico da província), wagyudon (arroz com carne especial temperada)
  36. SAKURA IPÊ – sakura mochi (doce de feijão com folhas de sakura), obentou, bebidas
  37. OKAYAMA – matsuri sushi (prato típico da província), kibi dango (arroz típico da província), kurimanjyu (bolinho à base de castanhas), nikkuman (pão recheado), choux cream
  38. KUMAMOTO – Kumamoto setto (combo): 2 onigiris com folha de mostarda, uma porção de karashi renkon (raiz de lótus temperada com mostarda), uma porção de kinpira renkon (raiz de lótus refogada no shoyu), peixe buri (olho de boi) no missô grelhado e uma sobremesa: ikinari dango (doce de mochi, anko e batata doce cozido no vapor), karashi renkon, kinpira renkon, anmitsu, choux cream (carolina japonesa), melon pan e ikinari dango
  39. AOMORI – maçã, produtos de maçã
  40. HYOGO – temaki, lamen
  41. SAITAMA – karê pan, crepe
  42. AKITA – kiritanpo (bolinho de arroz com caldo e verduras, típico da província), chicken katsu (espetinho de frango temperado e frito), bentou (onigiri+chicken katsu), sakê, sakepirinha, sakura mochi
  43. FUKUSHIMA – Kitakata lamen (típico da província), oniguiri (bolinho de arroz), gyoza – fechado na sexta
  44. KYOTO-mitarashi dango (espetinho de bolinho de arroz com calda doce à base de shoyu) e outros tipos (anko – pasta de feijão doce, kinako – soja torrada, nori – algas), oshiruko (doce de azuki com mochi), chá verde
  45. MIE – Ichigo Daifuku (massa de araruta recheada com morango e feijão doce), merengue, gyoza e o famoso Cookie de Chá de ISE
  46. SHIMANE – maki zushi, shitake gohan (risoto de shiitake) e karê – fechado na sexta
  47. NIIGATA – shiro mochi (bolinho de arroz típico), anmochi (mochi recheado com pasta de feijão doce), produtos de Niigata
  48. YAMAGATA – sushi, temaki, hot roll, tsukemono (conserva japonesa), imoni (inhame cozido com carne bovina), gyoza, cerveja com sakê, shisomaki (sushi com folha de shiso), hoshigaki (caqui seco)
  49. TOKUSHIMA – onigiri, takoyaki (bolinho com polvo)
  50. AICHI – espetos de frango, camarão, porco e carne no missô, sorvete de machá, inarizushi, choux cream
  51. INSTITUTO GABI – yakisoba, tenpurá, takoyaki, obentou, temaki, hot roll, gyudon, karê, shimeji, batata frita, doces, suco natural (laranja e melancia), raspadinha
  52. KANAGAWA – sukiyaki donburi, nikuman (pão recheado), sanduíche de pernil e short cake (bolo de morango)
  53. OITA – dangojiru (caldo especial de macarrão da província), tori meshi (risoto de frango), gyuu tataki (carne levemente grelhada), hoshigaki (caqui seco), habucha (chá), shiitake seco

 20º FESTIVAL DO JAPÃO 2017

Não forma mais fila no estacionamento!

Para quem não foi em 2016, a entrada foi totalmente remodelada

20 Anos de Integração, Harmonia e Cultura
Data: 07, 08 e 09 de julho de 2017
07/07/17 – sexta – 12 às 21 horas
08/07/17 – sábado – 10 às 21 horas
09/07/17 – domingo – 10 às 18 horas
Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center
Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, São Paulo
Ingressos: R$ 22 (antecipado e online), R$ 25 (bilheteria no dia) e R$ 12 (meia-entrada, online e na bilheteria)
Estacionamento no local (terceirizado) – R$ 45
Transporte gratuito do metrô Jabaquara, das 8 às 22 horas
*Ingressos antecipados à venda nos pontos de vendas oficiais e pelo site.
* Entrada gratuita para crianças até 08 anos, mulheres acima de 60 anos e homens acima de 65 anos. * Meia-entrada apenas mediante documento de comprovação
Informações: www.festivaldojapao.com – Tel: (11) 3277-6108 / 3277-8569
Facebook: www.facebook.com/festivaldojapao