nov 182021
 

A Jetro apresenta o seminário on-line SAQUÊS DE TOHOKU NO IZAKAYA JETRO

Tradicionalmente, a região de Tohoku produz o melhor saquê do Japão, pois suas águas cristalinas, provenientes do degelo das frias montanhas, proporcionam o melhor ingrediente para a produção do melhor arroz, ingrediente principal do saquê, além da própria água. E dentre a região de Tohoku, Fukushima é a província que detém o maior número de títulos do concurso nacional do produto.

Além dos ingredientes, é claro, existe a ação dos artesãos do saquê, que há gerações trabalham para aperfeiçoar a qualidade da bebida nacional do Japão. O poeta Matsuo Bashô, no seu livro mais conhecido, “Oku no Hosomichi”, cita as vistosas plantações de arroz em Fukushima. O livro reúne as observações e os poemas que Bashô escreveu durante a viagem que empreendeu em 1689!

O evento da Jetro, Japan External Trade Organization, conta com um “izakaya” virtual, onde dois experts falam sobre o tema: Alexandre lida, Sake Samurai e proprietário da Adega do Sake, e Fabio Ota, master sake sommelièr e proprietário do Mega Sake.

Apresentação de Yasmin Yonashiro, sommelière de saquê.

Evento gratuito. Para participar, entre na Link Tree e acesse JETRO “Seminário de Saquê de Tohoku”.

Dia 22/Novembro/2021 – Segunda-feira – 20 horas.

https://jetrosaque.afinaldx.com.br/

Obs. Saquê é uma palavra de origem japonesa, que consta nos dicionários da língua portuguesa com a grafia adotada pelo nosso site. Os títulos e nomes de empresas que usam a grafia no método Hepburn, adotada no Japão, foram devidamente mantidos.

set 262014
 

guia pratico-saque3Celso Ishiy é jovem, mas conhece como ninguém a arte do saquê. Ele estudou sobre o saquê no Japão, trabalhou em fábrica de saquê, visitou várias indústrias do ramo, e seu pai é um grande importador de saquê no Brasil.

O livro “Guia Prático do Saquê”, da Editora JBC, aborda as origens e lendas, os métodos de produção, os principais tipos, as regiões produtoras, o melhor jeito de se consumir, os pratos para harmonizar, e outros assuntos.

No livro estão respostas para perguntas como: Bebe-se saquê com sal? Existe mais de um tipo de saquê? É melhor quente ou gelado? Por que se toma a bebida em copo quadrado? Com quais tipos de comida harmoniza? É verdade que não dá ressaca?. “São as perguntas que mais respondo em minhas palestras”, afirma o autor.

Enfim, um livro para os apreciadores da cultura japonesa. O saquê é feito a partir da fermentação de arroz, e a bebida é tão valorizada que é oferecida aos deuses xintoístas, e também é servida em ocasiões especiais como casamento, inauguração de lojas e comemorações. Mas o saquê está presente também na mesa dos japoneses como uma bebida popular.

O lançamento do Guia Prático do Saquê será nesta terça-feira, dia 30/9/2014, na Saraiva Megastore Pátio Paulista. Rua Treze de Maio, 1947 – Piso Térreo Paraíso, bairro Paraíso, São Paulo/SP.

Para entender um pouco do assunto: culturajaponesa.com.br/saque