fev 262014
 

Já ouviu falar da expressão “medo reptiliano”? Ela se refere ao medo mais primitivo e instintivo do ser humano, que remonta aos primórdios da evolução, quando os mamíferos ainda não existiam e todas as espécies ancestrais da Terra eram répteis aquáticos. Pois bem, a encarnação do medo reptiliano original criada pelos japoneses está de volta em versão hollywoodiana. Em maio chega aos cinemas nos Estados Unidos o novo GODZILLA. 60 anos após sua criação pelos Estúdios Toho, o monstro retorna mais atual e terrível do que nunca. Veja o trailer oficial:

godzilla2014_poster2A inspiração para esta nova versão vem de eventos recentes: o terremoto seguido do tsunami que varreu a costa leste do Japão e causou o desastre nuclear de Fukushima em 2011. Mas é inegável que alterações climáticas globais (frio que bate recordes no hemisfério norte contrastando com o calor excessivo e secas no hemisfério sul), economias cambaleando, a inquietação social que se alastra por vários países e recentes guerras civis estourando aqui e acolá contribuem para expectativas de audiência para o filme catástrofe no mundo inteiro.
Além de incríveis sequências de destruição digital, o novo GODZILLA procura resgatar o espírito original do filme de 1954. Afinal, seria o monstro realmente a causa de tanto sofrimento, ou apenas o resultado do que a humanidade tem feito ao próprio planeta em que vive? O premiado Bryan Cranston (Walter White de “Breaking Bad”), Aaron Taylor-Johnson (Dave de “Kick-Ass”), a célebre atriz francesa Juliette Binoche e o consagrado ator japonês Ken Watanabe encabeçam o elenco de astros desta nova versão.

Texto: Cristiane A. Sato, autora do livro Japop – O Poder da Cultura Pop Japonesa.

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)