out 182018
 

As associações das províncias da região de Kyushu organizam o Kyushu Bunka Taikai, Desafio Cultural de Kyushu, neste domingo, dia 21 de outubro, das 10 às 17h30.

Trata-se de uma divertida atividade interativa onde os jovens apresentam as culturas típicas de cada localidade que faz parte do bloco Kyushu: Fukuoka, Kagoshima, Kumamoto, Miyazaki, Nagasaki, Oita, Saga e Okinawa. A motivação é grande porque os grupos concorrem a uma viagem internacional.

Este ano, o tema é a apresentação do festival típico de cada província. A entrada é franca, e o participante poderá saborear pratos regionais, torcer e conhecer um pouco da cultura de cada uma dessas províncias. Venha assistir e apoiar iniciativas boas como esta.

Local: Associação da Província de Saga, Rua Pandiá Calógeras, 108, Liberdade, a 15 minutos do metrô São Joaquim.

Segue o vídeo, que é um resumo do ano passado:

ago 092018
 

Quatro associações das províncias da região de Shikoku, ao Sul do Japão, se uniram para realizar o tradicional Undokai (leia-se undoukai), gincana poliesportiva, no Colégio Santa Amália, em São Paulo, no dia 2 de setembro, das 9 às 16 horas.  O ingresso é simbólico: R$ 5,00. Não se preocupe com a chuva. O local é coberto!

As atividades físicas e recreativas, na forma de brincadeiras, são para crianças de todas as idades. Que tal corrida de revezamento, ou passar a bola? E a prova de pegar emprestado? De jogar a bola na cesta? Venha reviver esses bons momentos e traga a família toda!

As províncias de Shikoku que organizam o Undokai são: Ehime, Kagawa, Kochi e Tokushima. Haverá no local barracas de alimentos típicos.

“O modelo do atual undoukai foi criado no século XIX, no início da Era Meiji (1868-1912), e embora atualmente a “gincana poliesportiva” seja essencialmente um evento civil e familiar, na origem era uma atividade militar. Registros da Marinha indicam que o primeiro undoukai teria sido realizado em março de 1874, num centro de alojamentos em Tóquio, sob a orientação de um instrutor inglês. Então chamado de “athletic sport”, o dia de competições abrangeu alguns tipos de corridas, arremesso de peso e algumas disputas de caráter mais divertido, como a “perseguição ao porco” (prova na qual vence o rapaz que conseguir pegar apenas com as próprias mãos um estabanado suíno besuntado com banha, que foge de seus perseguidores correndo a esmo), atividade aparentemente associada às festividades de colheita agrícola na Inglaterra. Em 1878, a Escola Agrícola de Sapporo, na província de Hokkaido, promoveu um evento parecido com o “athletic sport” de Tóquio, ao qual se deu o nome de Rikigeikai (reunião de força e arte). Alguns anos depois, em 1885, a Universidade de Tóquio realizou uma competição do tipo, na qual usou-se pela primeira vez a expressão undoukai, que era o nome do Departamento de Esportes da Tōdai (contração de Tōkyō Daigaku, Universidade de Tóquio)”. Saiba mais sobre Undoukai no nosso link.

Colégio Santa Amália, na Avenida Jabaquara, perto da estação Saúde do metrô. A entrada é pela rua de trás, a Rua Fiação da Saúde, 480.

ago 092018
 

O 7º To-Sa Matsuri acontece nos dias 18 e 19 de agosto, sábado e domingo, no Parque da Água Branca (perto do metrô Barra Funda). É um evento aberto e gratuito. Diversas atrações ocuparão o palco, como danças típicas e taikô. Para o público jovem, as principais atrações serão o Concurso de Cosplay, com a seletiva para o Cosplay World Masters, a Banda Gaijin Sentai e o cantor Diogo Miyahara, com seus temas de tokusatsu e animê. O Cosplay terá, como todos os anos, um espaço próprio, com várias atividades coordenadas pela dupla Cleiton e Bruna.

Na área de alimentação, diversas barracas com pratos variados, inclusive o imperdível “Katsuo no Tataki”, prato típico de To-Sa (antigo nome da província de Kochi, terra de samurais bravos). Trata-se de um sashimi levemente grelhado, que recebe um molho especial.

A Abrademi, Associação Brasileira de Mangá e Ilustrações, estará presente no Espaço Cultural e da Criança, com oficina de mangá, de origami, de shodô, de karuta, entre outros. Participação especial do editor Franco de Rosa, que estará fazendo um bate-papo sobre mangá e histórias em quadrinhos. Outros profissionais como o Marco Antonio Cortez e a professora Mayumi Ito estarão prestigiando o acontecimento.

Sábado e domingo, das 9 às 19h30. No Parque da Água Branca. Se vier de carro, é mais fácil estacionar num dos estacionamentos pagos (valor fixo) do outro lado da entrada principal do Parque, na Avenida Francisco Matarazzo.

Só um passeio dentro desse belo parque em estilo europeu já vale a visita!

Acompanhe no facebook do evento: https://www.facebook.com/ToSaMatsuri/

jul 252018
 

 Este ano, o mais tradicional Tanabata Matsuri do Brasil, da Praça da Liberdade, na sua 40ª edição, será realizado no final do mês, nos dias 28 e 29 de julho de 2018. 40º TANABATA MATSURI – Festival das Estrelas – Local: Praça da Liberdade-Rua Galvão Bueno-Rua dos Estudantes
Promoção: Associação Cultural e Assistencial da Liberdade – ACAL

P R O G R A M A Ç Ã O
28 DE JULHO DE 2018 – SÁBADO
10:30 – Ginástica Rádio Taisso – Liberdade
10:55 – Cantora Keiko Yoshimura – Atração Internacional
11:20 – Ginástica Rizumu Taisso/ACAL
11:25 – Dança Japonesa Hanayagui Kinryuu Kai
11:40 – Taikô Tenryuu Wadaiko São Miguel
12:00 – Re Suizu + Kick Buket
12:55 – Música Japonesa Sergio Tanigawa
13:40 – Taikô ACAL prof. Yuji Yamamoto
13:55 – Dança Japonesa Shan Shan Kasa Odori
14:25 – Ginástica Associação Kenko Taisso
14:50 – Dança do Grande Dragão – Jya Odori de Nagasaki
Cerimônia no Portal TORII da Rua Galvão Bueno
14:00 – Abertura Oficial no Torii
14:00 – Cerimônia Xintoísta – Nambei Jingu no Torii
14:35 – Parada Taikô ACAL, Tenryu Wadaiko
15:00 – Dança Awa Odori na Pista
15:25 – Taikô Ryukyukoku Matsuri Daiko na Pista
15:30 – Saudação das Autoridades no Palco
16:35 – Dança Buyo-Bu ACAL/Shinsei ACAL/Ikeshiba Ryokuen na Pista
16:50 – Dança Japonesa Shinsei/ACAL na Pista
17:05 – Dança Buyo-bu/ACAL/Shinsei ACAL Ikeshiba Ryokuen Pista
17:15 – Taikô Okinawa Ryukyukoku Matsuri Daiko Pista
17:50 – Ginastica Rizumu Taisso Itsuko Ichida Pista
18:05 – Cantor Diogo Miyahara (Anime Songs) Tokuhiro Cosplay
18:30 – Dança Corpus Line
19:00 – Encerramento do dia

29 DE JULHO DE 2018 – DOMINGO
10:30 – Ginástica Radio Taisso – Liberdade – Palco
10:55 – Cantor Takeshi Nishimura
11:30 – Dança Japonesa Buyo-Bu ACAL Ikeshiba Ryokuen
11:45 – Cantor Ricardo Nakase
12:25 – Taikô Tangue Setsuko Doujo
12:50 – Okinawa Kobudo Junbukai
13:10 – Artes Marciais Okinawa Shorin-Ryu Karate-Do
13:30 – Ginastica Rizumu Taisso ACAL
13:55 – Música Japonesa Karen Ito
14:40 – Requios Taikô e Dança de Okinawa
15:15 – Cantor Joe Hirata
16:00 – Taikô Kien Daiko
16:50 – Okinawa Goju-Ryu Karate-do Hozonkai
17:25 – Taikô Kôdaiko Roger Imamura
18:00 – Encerramento

Obs. Sujeito a alteração

jul 132018
 

A Feira sobre Estudos no Japão 2018, faz parte do programa “Study in Japan”, e estará dentro do Festival do Japão, e este ano, o estande será bem grande.

Nos últimos anos, as universidades japonesas estão buscando alunos estrangeiros para estudarem nas suas escolas. A população japonesa vem diminuindo ano a ano e o país possui uma grande rede de universidades, públicas e particulares, e cada uma possui estrutura de qualidade na sua especialidade. Em universidades como a de Tsukuba, que é federal, 20% dos alunos já são de fora. Outras universidades seguem pelo mesmo caminho e algumas delas estão muito bem colocadas no ranking internacional de universidades. O fato de receber uma grande quantidade de alunos estrangeiros acaba melhorando a qualidade do ensino e proporciona um intercâmbio entre estudantes.

No estande “Study in Japan”, o estudante poderá esclarecer suas dúvidas sobre as bolsas de estudo oferecidas pelas organizações japonesas, além de conhecer os cursos e as universidades. Haverá farto material para orientar os interessados. Representantes de várias universidades japonesas estarão no estande para prestar informações.

Como é dentro do Festival do Japão, será necessário adquirir o ingresso do evento.

São Paulo Expo Exhibition & Convention Center – Rod. dos Imigrantes, km 15, São Paulo, SP. Dias 20 (12 às 18 horas), 21 (9 às 18 horas) e 22 (10 às 18 horas) de julho de 2018. Bilhetes na portaria ou antecipados com desconto.

jul 112018
 

Tezuma, a arte do ilusionismo tradicional japonês, é considerada patrimônio cultural intangível do Japão. A origem da arte data do início da era Edo (1603-1868) no Japão. O conceito de ilusionismo baseia-se na expressividade figurativa em cada movimento, denominada “Mitate”, que é executada com precisão e leveza pelo ilusionista. Desta forma, ele dá vida aos elementos cenográficos, proporcionando, através de sua narrativa, uma experiência única ao espectador. Por definição, Tezuma significa a arte de “manusear veloz como um raio”. O ideograma “Te”, significa mão, e “Zuma”, que provém de “Inazuma”, raio.

Taijyu Fujiyama

Taijyu Fujiyama é um dos discípulos de Shintaro Fujiyama, principal autoridade na arte do Tezuma atualmente no Japão. Conquistou o prêmio especial no FISM ASIA, organizado pela Fédération Internationale des Sociétés Magiques, realizado na Coreia, em 2014. Também é detentor da 5ª colocação no campeonato mundial FISM 2015, organizado pela mesma entidade. Desde então, tem difundindo a arte do Tezuma não somente no Japão, mas no mundo inteiro. Já esteve em mais de 10 países, como Bélgica, Inglaterra, México e Índia.

A realização é da Fundação Japão em São Paulo que traz, pela primeira vez ao Brasil, Taijyu Fujiyama, especialista em Tezuma.

A apresentação acontece em 19 de julho, a partir das 20h, no Teatro Dante Barone, no Centro Histórico de Porto Alegre. Aqui, o ingresso será gratuito, através da contribuição espontânea de 1kg de alimento não perecível. Essa apresentação conta com o apoio da Associação do Festival do Japão RS.

Data: 19 de julho de 2018 – Horário: 20h – Local: Teatro Dante Barone – Endereço: Praça Mal. Deodoro, 1101 – Centro Histórico, Porto Alegre – RS – Mais informações: (51) 3210-2000 – Ingresso: Gratuito (contribuição espontânea de 1kg de alimento não perecível)

Depois de Porto Alegre, o artista segue para São Paulo, onde realizará apresentações nos dias 20, 21 e 22 de julho, durante o 21º Festival do Japão. Não perca!

21º FESTIVAL DO JAPÃO – 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil – Data: 20, 21 e 22 de julho de 2018
20/07 – sexta – 12 às 21 horas
21/07 – sábado – 09 às 21 horas
22/07 – domingo – 10 às 18 horas
Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center – Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, São Paulo

Ingressos: R$ 22 (antecipado e online), R$ 28 (bilheteria no dia) e R$ 14 (meia-entrada, APENAS na bilheteria, mediante apresentação de documento de comprovação). Estacionamento no local (terceirizado) – R$ 45 por dia – Transporte gratuito do metrô Jabaquara, das 8 às 22 horas

*Ingressos antecipados à venda nos pontos de vendas oficiais (junho/2018) e pela Guichê Web
* Entrada gratuita para crianças até 08 anos, mulheres acima de 60 anos e homens acima de 65 anos
* Meia-entrada apenas mediante documento de comprovação

jun 212018
 

Tem gente que só vai para comer no Festival do Japão? Verdade, mas mesmo que não seja o seu caso, vale a pena observar que este ano, por conta da comemoração dos 110 anos da imigração japonesa, que será celebrada dentro do evento, haverá a presença de muitos artistas e autoridades japonesas. E cada província ficou com a incumbência de servir os pratos típicos de sua região, além daquelas servidas nos anos anteriores. Muitos deles contam com ingredientes trazidos especialmente do Japão, e é claro, a quantidade será limitada. A culinária típica japonesa é um dos principais destaques do 21°Festival do Japão, que será nos dias 20, 21 e 22 de julho de 2018, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, em São Paulo.

A organização do festival divulgou a lista das províncias e suas respectivas barracas (número abaixo)

  1. NAGANO– nozawanazuke (conserva), tempurá (kakiague), shiitake gohan (risoto de shiitake), temaki, dorayaki (bolinho doce com recheio)
  2. OSAKA – diversos tipos de obentou, sushi, chá e bebidas
  3. SHIZUOKA– sukiyaki donburi (carne e verdura grelhada com arroz), gyoza , Shizuoka shiki yakisoba, biscoito e bebida, etc
  4. IWATE– Sanrikuwakame udon (macarrão com caldo quente), korokke (croquete), korokke bentou, gyoza, soba
  5. KODOMO NO SONO– yakisoba, tempurá redondo, tenpura teishoku, temaki, bebidas
  6. YAMAGUCHI– ichigodaifuku (massa de araruta com recheio de morango e feijão doce), kawara soba (prato típico de yamaguchi), Choshu tempurá, fechado na sexta
  7. HIROSHIMA – okonomiyaki (panqueca japonesa à moda de Hiroshima fu) – fechado na sexta
  8. TOCHIGI– yakisoba, gyoza, makizushi, amazake (bebida doce à base de sakê) e sorvete
  9. SAGA– tempurá de sorvete e pastel.
  10. MIYAZAKI– chicken nanban (espetinho de frango), café, amazake (bebida doce à base de sake), umeboshi (conserva de ameixa japonesa) e yakisoba
  11. YAMANASHI– Houtou (sopa dos samurais, prato típico da província), nikuman (pão chinês), tonkatsu karê rice (arroz com curry e tonkatsu), lamen, ichigodaifuku (bolinho recheado com morango e pasta doce de feijão azuki)
  12. NAGASAKI– Nagasaki chanpon (macarrão com caldo quente), gyoza, ichigodaifuku, matcha daifuku, chocolate daifuku
  13. MIYAGI– gyutan com missô (língua de boi assada), gyoza, kaisen sossu yakisoba (macarrão com molho inglês e fruto de mar), takenoko sushi meshi (arroz de sushi com broto de bambu), harako meshi (arroz, salmão e ovas de salmão) e yakitori
  14. YASSURAGI HOME– gyoza, tempurá, shimeji, temaki, harumaki (rolinho primavera), kani korokke (bolinho de kani), cocada e bebidas
  15. KAGAWA– Sanuki Udon (macarrão udon com caldo, comida típica da província), Tempura Udon, Kitsune Udon, Zaru Udon e Inarizushi
  16. ENKYO PIPA– yakitori (espetinho de frango), curry, yakizakana, fukujinzuke, gomokuzushi, konyaku itameni, satoimo no nikorogashi, hijikimeshi, nasunokoumibitashi, frango to nabo itameni, kabocha no amakarani
  17. IKOI NO SONO– Teishoku de sanma (peixe grelhado), anchova teishoku (anchova grelhada), tonkatsu teishoku (milanesa), kakigoori (raspadinha), ichigodaifuku (bolinho de araruta com recheio de morango e feijão), batata louca, katsu sando
  18. Katsuo no tataki, prato típico de Kochi

    KOCHI– Tai no mushi (peixe cozido no vapor), sugatazushi (peixe cru com arroz de sushi), tataki (sashimi levemente grelhado), yakisoba, tempura udon e Sakura mochi (moti com folha de cerejeira)

  19. CHIBA– yakisoba (macarrão com verdura e carne grelhado), gyoza, sushi, sashimi, hot roll (sushi frito), harumaki (rolinho primavera), udon, choux cream, temaki
  20. SHIGA– gyoza, tokusenkarê rice (arroz com curry especial), karê udon
  21. GUNMA– kaki age ebi tempura (tempurá de camarão), obentou
  22. FUKUOKA – Hakata lamen (macarrão com caldo típico da província), temaki e tidori manju (bolinho tradicional da província), fondue de chocolate com frutas
  23. IBARAKI–  frango xadrez, lamen, kare rice, teppanyaki, hot roll, tempurá de sorvete, choux cream, kuri okowa
  24. WAKAYAMA – Okonomiyaki à moda de Kansai
  25. ISHIKAWA– hijiki okowa (arroz temperado com alga hijiki), Sakura mochi (doce de feijão com folhas de sakura), ohagui, kakigoori e aoyagui
  26. GIFU– Yakitori (frango), Gyukushi, mitarashi dango (espetinho de massa de arroz com feijão doce), takoyaki, lamen, ayushioyaki (peixe grelhado)
  27. OKINAWA– soba de okinawa (macarrão com caldo quente típico da província), sataandagui (bolinho de chuva típico da província), yakisoba, tempurá de sorvete, nantu, karaague e ashitibiti
  28. EHIME – gyoza, nikkuman, taruto (rocambole), sakepirinha (bebida doce à base de sakê), amazake, udon – fechado na sexta
  29. 110 ANOS – tonkotsu lamen (macarrão com caldo)
  30. HOKKAIDO– yakinishin (arenque grelhado), yakiika (lula grelhada), kurogoma pannacota (pannacota de gergelim preto), namachoco, hokkai tirashi
  31. KIBO-NO-IÊ– Sonho 
  32. TOYAMA– sukiyakidon (sukiyaki com arroz), tempurá de verdura e camarão, korokke (croquete), annindoufu (doce de tofu com amêndoas) e mini korokke
  33. NARA– kakinohazushi (prato típico da província),shika no fun, ,oshiruko (caldo doce de feijão e mochi) , botannabe ,suco laranja e espetinho c/oniguiri
  34. KAGOSHIMA– Karukan Manju (doce especial típico da província), satsuma age (massa de peixe prensada e frita),churrasquinho espetinho, onigiri (bolinho de arroz),choux cream e fukurakan
  35. FUKUI– Etizen Oroshi Soba (macarrão típico de trigo sarraceno), pastel, teppan yakisoba, yakichozume (linguiça)
  36. TOTTORI– Daisenokowa (arroz temperado – prato típico da província), wagyu don (arroz com carne wagyu temperada)
  37. CARMO SAKURA– sakura mochi (doce de feijão com folhas de sakura), obentou, e sorvete
  38. OKAYAMA– matsuri sushi (prato típico da província), kibidango (arroz típico da província), kurimanjyu (bolinho à base de castanhas), choux cream, macaron, cookie de matchá, melon soda
  39. KUMAMOTO– Hiyashi Chuka (macarrão ramen gelado), Karashi Renkon (raiz de lótus temperada com mostarda), Anmitsu (sobremesa de sorvete, gelatina ágar-ágar, frutas, mochi, anko e kuromitsu (calda de açúcar mascavo), Ikinaridango (doce de mochi, anko e batata doce cozido no vapor), choux cream (carolina japonesa), Brigadeiro de Matcha  – fechado na sexta
  40. OITA– dangojiru (caldo especial de macarrão da província), torimeshi (risoto de frango), gyuutataki (carne levemente grelhada), hoshigaki (caqui seco), habucha(chá) 
  41. AOMORI– maçã, produtos de maçã
  42. HYOGO– temaki, lamen
  43. SAITAMA– karê pan, crepe
  44. AKITA– Kiritampo: prato típico da província de Akita à base de caldo de galinha caipira, contendo rolinho de arroz assado e cortado, frango, cogumelos, itokonnhaku (macarrão de tubérculo Konjak), seri, naganegui, gobo (bardana), entre outros ingredientes, Chicken Katsu (espeto de frango com temperado especial, empanado e crocante), Oniguiri (bolinho de arroz Akita Komachi), Combinado (1 chickenkatsu, 2 oniguiris e conserva de chuchu), Warabi (broto de samambaia, em conserva), Sakepirinha (caipirinha à base de sake, combinado com frutas de época), Sake (Takashimizu, importado da província de Akita), Sakuramochi: doce à base de mochigome (arroz glutinoso), recheado com doce de feijão e envolto em folha de cerejeira, em conserva.
  45. FUKUSHIMA– Kitakata lamen (típico da província), gyoza, cha-shu-han
  46. TOKYO – katsu sando, karaage, american dog, watagashi, cream soda
  47. Ichigo Daifuku e Ise Cha Cookie

    MIE– IchigoDaifuku (massa de araruta recheada com morango e feijão doce), merengue, cookie de chá de Ise, gyoza, karague e amendoim

  48. SHIMANE – makizushi, shitakegohan (risoto de shiitake),karê dos deuses , sushi bento e inari – fechado na sexta
  49. NIIGATA – shiromochi (bolinho de arroz típico), anmochi (mochi recheado com pasta de feijão doce), produtos de Niigata e takoyaki e sasadango
  50. YAMAGATA– sushi, hotroll, tsukemono (conserva japonesa), imoni (inhame cozido com carne bovina), gyoza, shisomaki (sushi com folha de shiso), Goya no tsukudani, tirashizushi e sashimi
  51. TOKUSHIMA– onigiri, takoyaki (bolinho com polvo) e Tokushima lamen
  52. AICHI– espetos de frango, camarão, porco e carne no missô, sorvete de machá (chá verde), choux cream(matcha)
  53. INSTITUTO GABI – yakisoba, tenpurá, takoyaki, obentou, temaki, gyudon, karê, shimeji, batata frita, doces, suco natural (laranja e melancia), karague, yakimeshi, frango xadrez, guioza, sushi
  54. KANAGAWAsukiyaki donburi, nikuman (pão recheado), sanduíche de pernilServiço
    21º FESTIVAL DO JAPÃO – 110 Anos da Imigração Japonesa no BrasilData: 20, 21 e 22 de julho de 2018
    20/07 – sexta – 12 às 21 horas
    21/07 – sábado – 09 às 21 horas
    22/07 – domingo – 10 às 18 horasLocal: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center
    Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, São Paulo

    Ingressos: R$ 22 (antecipado e online), R$ 28 (bilheteria no dia) e R$ 14 (meia-entrada, APENAS na bilheteria, mediante apresentação de documento de comprovação). Estacionamento no local (terceirizado) – R$ 45 por dia
    Transporte gratuito do metrô Jabaquara, das 8 às 22 horas

    *Ingressos antecipados à venda nos pontos de vendas oficiais (junho/2018) e pela Guichê Web
    * Entrada gratuita para crianças até 08 anos, mulheres acima de 60 anos e homens acima de 65 anos
    * Meia-entrada apenas mediante documento de comprovação

    Informações:
    Site: www.festivaldojapao.com
    Tel: (11) 3277-6108 / 3277-8569
    Facebook: www.facebook.com/festivaldojapao

    Realização:
    Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil – KENREN
    Tel: (11) 3277-6108 / 3277-8569
    E-mail: secretaria@festivaldojapao.com

fev 212018
 

O 7º Festival do Japão em Minas acontece no próximo fim de semana, de 23 a 25 de fevereiro, no Expominas, em Belo Horizonte. Realizado desde 2012, o evento é o maior do Estado de Minas Gerais sobre a cultura japonesa. Nessa edição, a temática do evento abordará a mitologia, as divindades, as crendices, as lendas, os talismãs e amuletos da sorte.

Um dos destaques da programação será a dupla japonesa Waon Wagi, trazida pela Fundação Japão especialmente para o evento. A dupla, composta pelo performer de Kendama (bilboquê japonês), Yusuke Ito, e pelo artista de Shamisen (instrumento musical tradicional japonês de corda, similar ao banjo), Pierre Ono, se apresentará no palco principal e apresentará workshops e demonstrações no estande da Fundação Japão ao longo dos três dias.

Ainda nesta edição do Festival do Japão, haverá diversas apresentações de grupos culturais, além de exposições, vendas de produtos, área gastronômica e muito mais.

Waon Wagi

A proposta do Waon Wagi é a criação de uma nova arte através da fusão entre a técnica e o som japonês. Formado por Yusuke Ito, performer de Kendama, um brinquedo tradicional japonês, similar ao bilboquê, e Pierre Ono, instrumentista de Tsugaru Shamisen, um instrumento tradicional japonês que ao mesmo tempo em que é intenso, toca na alma através da sensibilidade de seu som.

Yusuke Ito

Performer profissional de Kendama, detentor de dois recordes no Guinness Book com suas técnicas, realiza performances em todo o Japão e também apresentações em vários países como Estados Unidos, Alemanha, Rússia entre outros, além de participações em programas de TV em prol da difusão da arte do Kendama.


Pierre Ono

Instrumentista de Tsugaru Shamisen, nascido em Tóquio, possui seis discos gravados ao longo de sua carreira. Além dos trabalhos solo, participa em colaboração em diversos projetos musicais e de dança contemporânea, incluindo participação na trilha sonora do filme “Zatoichi The LAST”, de Junji Sakamoto.
PROGRAMAÇÃO – Palco Principal

Sábado, 24 de fevereiro, 19h – Domingo, 25de fevereiro, 15h30

7º Festival do Japão em Minas

No próximo fim de semana, Belo Horizonte se transformará em um pedacinho da terra do sol nascente durante a realização do 7º Festival Japão em Minas, nos dias 23, 24 e 25 de fevereiro, no Expominas. O evento contará com exposições das crenças e tradições japonesas, apresentações culturais, oficinas de arte e muitas outras atrações.

Esse ano, além da dupla japonesa Waon Wagi, estão confirmados Hikari Daiko e Ryukyu Koku Matsuri Daiko, de Brasília, e Ishin Yosakoi Soran e Kagura do Brasil, de São Paulo, e grupos locais com diversas apresentações.

O Festival contará com oficinas de cultura japonas gratuitas, Miss Nikkey Minas Gerais, concurso de moda Harajuku e de Cosplay, exposição inédita Japan Dolls da Cultura Pop, estandes institucionais e empresariais, saúde, games, gastronomia, bazares, entre outras atrações.

Mais informações: http://www.festivaldojapaominas.com.br

out 012017
 

Konpira é um local turístico da província de Kagawa, com termas e até teatro Kabuki.

No Brasil, Konpira Taisai é uma cerimônia com festival gastronômico promovido pela Associação da Província de Kagawa, e a principal atração é o Sanuki Udon. Sanuki era o antigo nome de Kagawa, e o Sanuki Udon é um dos três mais famosos tipos de udon (macarrão de trigo) do Japão. Essa sopa é tão popular que só em Kagawa existem cerca de 700 restaurantes especializados em Sanuki Udon.

O próximo Kompira Taisai será realizado no dia 8 de outubro de 2017 a partir das 11 horas (almoço). A entrada é gratuita, e o Sanuki Udon será vendido a: Tempura Udon R$ 28 – Kitsune Udon R$ 24 e Inarizushi R$ 7. Esse preço é ótimo porque esse macarrão é trazido do Japão e tem sabor diferente do comum, e a porção é boa.

 

Como atração haverá atrações de cultura japonesa. Sanuki Udon fez muito sucesso no Festival do Japão, e aqui está a oportunidade para saboreá-lo com calma e sentado.

Local: Associação da Província de Kagawa – Rua Itaipu, 422 – perto do metrô Praça da Árvore da linha Norte-Sul – Vila Clementino, São Paulo/SP. Informações: 11-5587-5303.

Programação:
11:00 – Cerimônia do Kompira Taisai
12:00 – almoço e atrações culturais

イベント:   金毘羅祭り
日時:     2017年10月8日 ( 日曜日 )
時間:     11時~
場所:        ブラジル香川県人会
住所:     Rua Itaipu, 422 – Bairro Mirandópolis (地下鉄プラッサ・ダ・アルボレ駅から歩いて簡単) サンパウロ市
プログラム:
11時~ 金毘羅祭りオープニングセレモニー
12時~ 昼食

ago 182017
 

O Imoni é uma sopa com imo (inhame) típica da região de Tohoku e é principalmente popular na província de Yamagata, onde acontece o festival Imonikai. É feito uma panela gigantesca de imoni e, reunindo familiares e amigos, saboreiam o Imoni em frente a um grande rio.
O 2º Imonikai do Yamagata Kenjinkai do Brasil acontece no dia 3 de setembro de 2017, das 12 às 15 horas, no bairro da Liberdade, em São Paulo.
Além do Imoni, haverá apresentações de Minyo (instrumentos tradicionais), Taiko, rodadas de bingo e venda de karague, refrigerantes, e sakeja!

Local: Iwate Kenjinkai – R. Thomaz Gonzaga, 95 – Liberdade – 1º Andar.
Entrada: R$15 – Inclusos: Imoni à vontade e 4 cartelas de bingo
(crianças de até 5 anos não pagam, de 6 a 9 anos pagam meia entrada, também com direito as cartelas).

Equipe que trabalhou no Imonikai 2016

Informações culturais: Consta que o inhame começou a ser consumido no Período Jomon no Japão, mas se tornou popular no Período Edo, quando passou a ser plantado intercalado com o arroz. Nessa época, o Imoni não deveria conter carne bovina ou suína, uma vez que isso não era acessível para os cidadãos comuns. A maior festa Imonikai de Yamagata serve 30 mil tigelas de Imoni, mas escolas e empresas também organizam eventos semelhantes para seus alunos e funcionários.