Cultura Japonesa

set 052021
 

Terceira e última palestra gratuita da série “Ensino no Japão”, aborda o sistema pedagógico atual do Japão, apresentando o funcionamento geral das escolas japonesas. Esta palestra, inicialmente agendada para o dia 05/9, por problemas técnicos do Sympla, foi transferida para o dia 12/9, das 9 às 10h30, on-line. 

O público alvo são as pessoas que apreciam ou têm curiosidade sobre o Japão, e aqueles que pretendem visitar o país no futuro, seja como turista, a negócios, para trabalhar ou como estudante, para que tenham maior proveito da oportunidade à partir do conhecimento de sua história e cultura.

Certificados: Haverá emissão de um certificado único, com carga horária, para as três palestras da série, somente para aqueles que assistirem as três palestras na transmissão on-line. O fato de se inscrever não dá direito ao certificado. Não haverá um certificado separado para cada palestra.

A iniciativa é da Abrademi (Associação Brasileira de Desenhistas de Mangá e Ilustrações) em conjunto com o departamento cultural da Associação Cultural e Assistencial Mie Kenjin do Brasil. Apoio institucional: Fundação Japão em São Paulo.

Para qualquer comunicação, utilize o endereço: abrademi@abrademi.com

As gravações das demais palestras da série “Ensino no Japão”:

1 – A História do Ensino no Japão – Dia 22/08/2021 – Com o professor Francisco Noriyuki Sato, jornalista e editor. https://youtu.be/0fjHkAe20g4

2 – As Escolas Brasileiras no Japão – Dia 29/08/2021 – Com os professores Alexandre Funashima e Samuel Tachibana, da Escola Alegria de Saber. https://youtu.be/V61tfflYfHg

Próxima palestra da Abrademi:

O Culto ao Barroco Romântico no Japão INSCREVA-SE – Dia 11/09/2021 – Com a profa. Cristiane A. Sato

set 022021
 

Palestra gratuita on-line aborda o Culto ao Barroco Romântico no Japão.

Rococó, a estética profusamente ornamentada do século 18, uma característica da aristocracia do Antigo Regime, classificada como “decadente” e “kitsch” no Ocidente, no Japão contemporâneo é sinônimo do auge das belas artes e do romantismo ocidental. Cultuado como estilo pop art, o Rococó foi reinterpretado no Japão e passou a fazer parte da cultura e da moda contemporânea.

Fenômenos como a moda “Lolita”, “maid” cafés, a popularidade da alta confeitaria francesa e de peças teatrais ambientadas na Europa setecentista são atualmente um forte chamariz para turistas no Japão.

Mas por que o Rococó Revival moderno ocorreu justo onde era mais improvável? Para entender esse influente fenômeno do Japão contemporâneo, assista esta palestra que mostrará como história, mangás, filmes, negócios e sonhos convergiram num movimento único.

A palestrante Cristiane A. Sato, formada em Direito pela USP, autora do livro JAPOP – O Poder da Cultura Pop Japonesa é palestrante em universidades, entidades, embaixada e consulado geral do Japão, foi bolsista da JICA em 2016, na Universidade de Kanazawa, onde pesquisou sobre estética e moda japonesa. Desde 2017, ministra cursos de História do Japão.

O Culto ao Barroco Romântico no Japão
Dia 11 de setembro de 2021 - das 9 às 10h30 (horário do Brasil)
Inscrições abertas pelo Sympla e a transmissão será pelo Zoom.
Promoção Abrademi e Associação Cultural Mie
ago 272021
 

Segunda palestra da série “Ensino no Japão” aborda uma visão do ensino nas escolas estabelecidas no Japão, com o objetivo de dar uma educação brasileira para filhos de brasileiros que trabalham no Japão.

O público alvo são as pessoas que apreciam ou têm curiosidade sobre o Japão, e aqueles que pretendem visitar o país no futuro, seja como turista, a negócios, para trabalhar ou como estudante, para que tenham maior proveito da oportunidade à partir do conhecimento de sua história e cultura.

Palestrantes: Alexandre Funashima e Samuel Tachibana, ambos professores da Escola Alegria de Saber, com seis unidades no Japão. 

Data: 29/08/2021 – Das 9 às 10h30. 

Inscrições: Grátis, pelo Sympla. A transmissão será pelo Zoom.

Certificados: Haverá emissão de um certificado único, com carga horária, para as três palestras da série, somente para aqueles que assistirem as três palestras na transmissão on-line. O fato de se inscrever não dá direito ao certificado. Não haverá um certificado separado para cada palestra.

A iniciativa é da Abrademi (Associação Brasileira de Desenhistas de Mangá e Ilustrações) em conjunto com o departamento cultural da Associação Cultural e Assistencial Mie Kenjin do Brasil. Apoio institucional: Fundação Japão em São Paulo.

Para qualquer comunicação, utilize o endereço: abrademi@abrademi.com

As demais palestras da série “Ensino no Japão”:

1 – A História do Ensino no Japão – Foi dia 22/08/2021 – Com o professor Francisco Noriyuki Sato, jornalista e editor. Veja o vídeo no YouTube

3 – A Educação Atual no Japão – INSCREVA-SE – Dia 05/09/2021 – Com a professora Sandra Terumi Suenaga Kawabata, professora da Fundação Japão.

Canal Abrademi do YouTube – Vídeos das palestras anteriores da Abrademi estão disponíveis no Canal Abrademi do YouTube. Inscreva-se para receber atualizações.

ago 172021
 

A cantora Misora Hibari já se apresentou no Brasil. Foi em agosto de 1970, portanto, há 51 anos.

Como uma estrela no auge de sua carreira, mereceu apresentação no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, que era o maior espaço para shows da cidade. Os auditórios do Anhembi só ficariam prontos a partir de 1972.

O desafio de trazer a grande artista coube aos irmãos Koei e Mário Okuhara, então proprietários da Rádio Apolo e da Gravadora Astrophone. Consagrada no Japão, Misora Hibari, cujo nome verdadeiro era Kazue Kato, era chamada de “Embaixatriz das Cantoras”, por ter iniciado a carreira no período da Segunda Guerra Mundial, com apenas oito anos de idade. Os tempos eram difíceis e seu primeiro disco “Kappa Boogie Woogie” foi gravado em 1949, assim como seu primeiro filme “Nodojiman Kyodai”, e ambos fizeram sucesso. Tendo um país completamente arrasado pela guerra, os japoneses viram, na menina de 12 anos, a inspiração de que precisavam, para seguirem na árdua luta pela sobrevivência nos anos seguintes. A garota-prodígio fez jus à esperança que depositavam nela. Trabalhou muito, protagonizou diversos filmes, gravou discos e deu shows viajando bastante, e até se apresentou no Havaí, Estados Unidos, em 1950. A imagem da pequena Hibari fazendo shows e filmes ilustravam os jornais e as principais revistas.

No Brasil, essa imagem também era muito forte. Discos da Hibari eram lançados pela gravadora Denon e seus filmes lotavam as salas da Liberdade. A vinda da Misora Hibari pode ter sido o acontecimento mais relevante até hoje em termos musicais para a coletividade nipo-brasileira. Cantores relativamente famosos estiveram no Brasil, na década de 1960, a convite do Cine Niterói, mas Misora Hibari realmente era a única a ser considerada o símbolo da canção popular japonesa.

Na mensagem dirigida aos fãs brasileiros, antes de sua saída do Japão, Misora Hibari afirmou sentir muita alegria ao saber que existem fãs no Brasil, e que o Brasil é o local mais distante do Japão, lembrando uma música que diz: “A manhã chega na parte superior do planeta Terra. No outro lado deve ser noite”. Ela afirma que, ainda criança, soube que no outro lado estava o Brasil. “Mesmo estando em países diferentes, as músicas que ligam os corações são iguais. Serão apenas três dias no Brasil, mas pretendo me apresentar da melhor forma possível”, afirmou.

Na mensagem do caderno de programação do show da cantora, o deputado estadual Shiro Kyono escreveu: “Dada a repercussão de sua fama, o governador Roberto de Abreu Sodré, por intermédio da Secretaria de Turismo, emprestou sua colaboração oficial e, no mesmo intuito, o prefeito Paulo Maluf, por intermédio da sua Secretaria de Turismo, receberá a cantora como “Hóspede Oficial da Municipalidade”.

Foi um acontecimento notável e que merece ser lembrado. 

Texto: Francisco Noriyuki Sato

ago 152021
 

Educação no JapãoA Abrademi e a Associação Cultural Mie programaram uma série de três palestras on-line abordando o tema “Ensino no Japão”. As inscrições (gratuitas) são realizadas pelo Sympla e a transmissão será pelo Zoom.

O público alvo são as pessoas que apreciam ou têm curiosidade sobre o Japão, e aqueles que pretendem visitar o país no futuro, seja como turista, a negócios, para trabalhar ou como estudante, para que tenham maior proveito da oportunidade a partir do conhecimento de sua história e cultura.

1 – A História do Ensino no Japão (22/08/2021 – 9 às 10h30): A primeira palestra da série “Ensino no Japão” aborda a história do ensino no Japão desde a chegada da escrita chinesa, passando pelo período de isolamento, a reabertura dos portos e a formação de escolas nos moldes ocidentais, a fase da Segunda Guerra Mundial e o ensino no período do pós-guerra.

Palestrante: Francisco Noriyuki Sato, formado em Jornalismo pela USP, foi assessor de comunicação da Cooperativa Agrícola de Cotia e da Jetro – Japan External Trade Organization, autor dos livros História do Japão em Mangá, Banzai – História da Imigração Japonesa no Brasil, entre outros, é presidente da Abrademi e editor do site culturajaponesa.com.br. Foi bolsista da JICA na Universidade de Kanazawa, em 2014, e ministrou palestras em universidades e museus do Japão em 2016 e 2019. Escreve artigos para revistas em português e japonês, edita livros e ministra o Curso de História do Japão desde 2017.

2 – As Escolas para Brasileiros no Japão (29/08/2021 – 9 às 10h30): Segunda palestra da série “Ensino no Japão” aborda uma visão do ensino nas escolas estabelecidas no Japão, com o objetivo de dar uma educação brasileira para filhos de brasileiros que trabalham no Japão.

Palestrantes: Alexandre Tetsuo Funashima, formado pela faculdade de Belas Artes de São Paulo em Artes Visuais, leciona Artes e História da Arte na grade curricular da EAS (Escola Alegria de Saber) no Japão, nas unidades de Hamamatsu (Shizuoka) e Toyohashi (Aichi) desde 2008. Atua também na área da ilustração Digital e ministra cursos de Desenho e Pintura Digital online e presencial; e Samuel Toshikasu Tachibana, bacharel e licenciado em Física em 2005 pelo Instituto de Física da USP. Em maio de 2006 iniciou a docência na Escola Alegria de Saber, nas unidades Toyohashi e Hamamatsu, Japão. Leciona física, química e ciências.

3 – A Educação Atual no Japão (12/09/2021 – 9 às 10h30): Terceira e última palestra da série “Ensino no Japão”, aborda o sistema pedagógico atual do Japão, apresentando o funcionamento geral das escolas japonesas. Inicialmente programada para o dia 05/9, por questões técnicas, foi transferida para o dia 12/9.

Palestrante: Sandra Terumi Suenaga Kawabata, com mestrado em Graduate School of Japanese Applied Linguistics pela Waseda University (2005).  É professora de idioma japonês na Fundação Japão em São Paulo.

Certificados: Haverá emissão de um certificado único, com carga horária, para as três palestras da série, somente para aqueles que assistirem as três palestras com transmissão on-line. Não basta estar inscrito para receber o certificado. Não haverá um certificado separado para cada palestra.

A iniciativa é da Abrademi (Associação Brasileira de Desenhistas de Mangá e Ilustrações) em conjunto com o departamento cultural da Associação Cultural e Assistencial Mie Kenjin do Brasil. Apoio institucional: Fundação Japão em São Paulo.

Para qualquer comunicação, utilize o endereço: abrademi@abrademi.com