set 162015
 

No mês de agosto de 2015, 1.817.000 turistas visitaram o Japão, registrando um aumento de 63,8% em relação ao ano anterior. De janeiro a agosto totalizaram 12,88 milhões, o que significa 49,1% acima do mesmo período do ano anterior. Um avanço significativo para o país que quer atingir a marca dos 20 milhões em 2020, ano dos Jogos Olímpicos de Tóquio.
O aumento é atribuido ao baixo valor da moeda nacional, hoje cotado a 120 ienes/dólar, aumento de vôos internacionais, funcionamento das duty free, e as facilidades de concessão de vistos em alguns países. Chama atenção, entretanto, o número de turistas chineses, com 591.500 somados em agosto, com um surpreendente incremento de 133 porcento em comparação com o ano anterior. Destes, 137.000 vieram da China a bordo de 50 grandes navios de cruzeiro.China e Japão estão muito próximos geograficamente, mas é interessante que a recente crise econômica ainda não esteja afetando os turistas, que são conhecidos como grandes consumidores no Japão.

geisha carles tomas marti

Foto: Carles Tomás Marti

O ranking dos turistas estrangeiros no Japão (de janeiro a agosto de 2015):
1º) China – 3,35 milhões
2º) Coréia do Sul – 2,55 milhões
3º) Taiwan – 2,47 milhões
4º) Hong Kong – 991.800
5º) EUA – 682.100
6º) Tailândia – 506.800
7º) Austrália – 232.900
O Brasil participou com apenas 16.858 turistas. Ainda é pequeno o número de brasileiros que fazem turismo no Japão, apesar do aumento de companhias aéreas que operam o trecho e a consequente baixa no preço das passagens.

Em termos de turismo mundial, a França foi o país que mais recebeu turistas estrangeiros em 2014.
Eis o ranking de países que mais receberam turistas (2014):
1º) França – 83,7 milhões
2º) EUA – 74,7 milhões
3º) Espanha – 64,9 milhões
O Japão, com 13,4 milhões, aparece em 22º lugar nesse ranking, e é o 7º da Ásia, ficando atrás de China, Hong Kong, Taiwan, Coréia do Sul, Malásia e até de Macau.
O Brasil não está no ranking, pois faltam dados de 2014, mas em 2013 recebeu 5,8 milhões de visitantes, que é um número quase igual ao da vizinha Argentina.

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)