ago 252015
 
Genius Party Beyond

Genius Party Beyond

A Mostra Animê Criativo promovida pela Fundação Japão estará em São Paulo aos sábados e domingos, nos dias 5, 6, 12 e 13 de setembro. Com produções dos estúdios de animação STUDIO4ºC e KOO-KI, todas legendadas em português e em formato Blu-Ray, a mostra é fruto de parceria entre a Fundação Japão e o Museu da Imagem e do Som (MIS).
Na programação, cinco animês com temáticas variadas, voltadas especialmente ao público adulto, incluindo títulos com classificação etária a partir de 14 anos. Depois de São Paulo, a mostra percorrerá os Estados de Pernambuco, Distrito Federal, Paraná, além de Rio de Janeiro.
Quatro dos títulos participantes do evento – Genius Party, Genius Party Beyond, Mind Game, Princess Arete – são do estúdio de animação STUDIO4ºC, famoso pelas produções e alta qualidade e criatividade.

Mind Game

Mind Game

“Genius Party” e “Genius Party Beyond” reúnem, juntos, 12 animações de curta-metragem. “Mind Game”, premiado como melhor animação no Japan Media Art Festival, e melhores roteiro, direção e filme no Festival Fantasia de Canada, é um longa do diretor Masaaki Yuasa. Baseado no quadrinho japonês homônimo, de Robin Nishi, narra as aventuras do jovem Nishi, sua amada, Myon, e sua irmã, Yan, em diversas situações que os levam a autodescobertas e à oportunidade de repensar as escolhas que vêm fazendo ao longo de suas vidas.
Em “Princess Arete”, uma adaptação do livro de Diana Coles, “As Aventuras da Princesa Arete”, retrata uma princesa confinada na torre de um castelo aguardando a escolha de seu futuro pretendente. Até que um dia, um bruxo se apresenta como pretendente. O anime é conhecido por ser uma das mais bem sucedidas obras animadas feministas.

After School Midnighters

After School Midnighters

“After School Midnighters” é proveniente do estúdio KOO-KI, fundado por Hitoshi Takekiyo, diretor da obra. Muito bem recebido no Japão e nos festivais internacionais, narra a história de um modelo de corpo humano mantido na sala de ciências de uma escola. No entanto, este corpo costuma ganhar vida à meia-noite. Um dia, acidentalmente, três alunas travessas flagram o corpo, iniciando a mais louca e divertida aventura.

Programação
Dia 05/09 (Sábado)
14h Princess Arete (2000 / 105min / Legendado)
16h20 After School Midnighters (2012 / 95min / Legendado)
18h20 Genius Party (2007 / 105min / Legendado – 14 anos
20h Mind Game (2004 / 103min / Legendado)

Princess Arete

Princess Arete

Dia 06/09 (Domingo)
14h After School Midnighters
16h20 Princess Arete
18h20 Genius Party Beyond (2008 / 90min / Legendado), classif: 14 anos
20h Mind Game

Dia 12/09 (Sábado)
14h Genius Party
16h20 Genius Party Beyond
18h20 Mind Game
20h After School Midnighters

Genius Party

Genius Party

Dia 13/09 (Domingo)
14h Princess Arete
16h20 Genius Party
18h20 Genius Party Beyond

Local: Museu da Imagem e do Som (MIS) – Auditório LABMIS – Avenida Europa, 158 – Jardim Europa – São Paulo/SP – Entrada gratuita – (Retirar ingressos na recepção do MIS, uma hora antes de cada sessão.) Informações: (11) 2117-4777 – www.mis-sp.org.brwww.fjsp.org.br

Realização: Fundação Japão – MIS – Museu da Imagem e do Som. Apoio: Consulado Geral do Japão

jun 022015
 

O autor de Rurouni Kenshin (Samurai X) virá do Japão acompanhado da roteirista Kaworu Kurosaki especialmente para encontro com fãs.

capa_kenshin_siteA Fundação Japão em São Paulo traz para o Brasil, em julho, o mangaká (desenhista de mangá) Nobuhiro Watsuki, responsável por títulos como Rurouni Kenshin, conhecido no Brasil como Samurai X; Busou Renkin (Alquimista Armado) e Embalming – Another Tale of Frankenstein.

Acompanhado da escritora e roteirista de mangá e anime, Kaworu Kurosaki, Watsuki participará de encontros com os fãs em São Paulo, no Centro Cultural São Paulo, e também durante a 21ª Fest Comix, que acontece no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, de 17 a 19 de julho.

Nestes encontros, Watsuki e Kaworu falarão sobre o processo de criação de seus principais sucessos, projetos para o futuro e também revelarão diversas curiosidades sobre suas trajetórias e rotinas junto aos mangás.

No primeiro deles, em 17 de julho, no Centro Cultural São Paulo, uma palestra às 19h30 será conduzida pela professora Sonia M. Bibe Luyten, Doutora em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações da Universidade de São Paulo, com tese sobre mangá, e Francisco Noriyuki Sato, presidente da Associação Brasileira de Desenhistas de Mangá e Ilustrações (ABRADEMI).

No dia seguinte, Nobuhiro Watsuki e Kaworu Kurosaki participam da 21ª Fest Comix, às 14h, no São Paulo Expo.

Diante da possibilidade de vir ao país, o mangaká não poupou elogios ao público brasileiro, sempre fiel às suas criações.

Desenho feito especialmente por Nobuhiro Watsuki para essa ocasião

Desenho feito especialmente por Nobuhiro Watsuki para essa ocasião

“A vinda de Nobuhiro Watsuki ao Brasil, promovida pela Fundação Japão, será um acontecimento marcante para todos os fãs e admiradores de
sua obra, especialmente o Samurai X”, afirma a professora Sonia Luyten, que é também idealizadora do primeiro núcleo de estudos sobre mangá no Brasil, na década de 1970, na ECA/USP, que deu origem à ABRADEMI.

Samurai X é um clássico, tanto em anime quanto em mangá, lançado no Brasil pela editora JBC. Concebido para durar apenas 30 semanas, a história de Battousai, o Retalhador, fez tanto sucesso que durou três anos, contabilizando 28 volumes encadernados no Japão e 56 na versão brasileira.

Esta série, explica a professora, faz parte das grandes obras primas do mangá, posteriormente transformadas em animê e em filme.

Quem é Nobuhiro Watsuki?

A trajetória deste jovem bem-humorado, que adora jogar videogame e coleciona bonecos de super-heróis, começou cedo. Ainda no colégio, sua obra Podmark ganhou o prêmio Pop Step Award, oferecido pela editora Shueisha a novos talentos.

Dali, Watsuki foi trabalhar como assistente de do já consagrado Takeshi Obata, produzindo os mangás Arabian Lamp e Chikara Mito Denzetsu. Em 1994, a editora Shueisha publicou Meiji Ken Kakuru Mantan (Crônicas de um Espadachim na Era Meiji), a primeira história protagonizada por Kenshin, que mais tarde voltaria no segundo volume de Samurai X.

Ainda em 1994, o mangá Samurai X (Rurouni Kenshin) passou a ser publicado semanalmente na revista Shonen Jump, a mesma de grandes sucessos do Japão, como Cavaleiros do Zodíaco e Yu Yu Hakusho.

Quem é Kaworu Kurosaki?

Escritora e roteirista de mangá e animê, Kaworu nasceu Japão e passou sua infância no Brasil. Casada com Nobuhiro Watsuki, atualmente escreve adaptações literárias e roteiros.

Kaworu também é roteirista do animê Captain Tsubasa, lançado no Brasil com o título “Super Campeões”, e games como Wild Arms the 5th Vanguard, lançado para o Playstation 2.

Palestra com Nobuhiro Watsuki e Kaworu Kurosaki
 Data: 17 de julho de 2015 (sexta) – Horário: 19h30
Local: Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa lotação (622 lugares) – Endereço: Rua Vergueiro, 1000 – São Paulo – (ao lado da estação Vergueiro do metrô)
Entrada gratuita – A distribuição dos ingressos será iniciada duas horas antes do evento, com um limite máximo de 2 ingressos por pessoa.
 
Data: 18 de julho de 2015 (sábado) – Horário: 14h
Local: 21ª Fest Comix – São Paulo Expo Exhibition & Convention Center – Endereço: Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5 – São Paulo
Site oficial do evento: www.festcomix.com.br
 
Realização: Fundação Japão em São Paulo
Apoio:
ABRADEMI
Centro Cultural São Paulo
COMIX Book Shop
Editora JBC

 

jan 152015
 

kaguyahimeA mais recente produção do Studio Ghibli, “Kaguya Hime no Monogatari” (em inglês “The Tale of Princess Kaguya”, ainda sem título em português), dirigida por Isao Takahata, foi indicada ao prêmio de Melhor Desenho Animado Longa Metragem nos Oscars 2015. Na mesma categoria também foram indicados os desenhos “Os Boxtrolls”, “Operação Big Hero”, “Canção do Mar” e “Como Treinar Seu Dragão 2”.

O anúncio à imprensa foi feito no dia 15/01/2015 em Los Angeles, pelos diretores J.J. Abrams, Alfonso Cuarón, pelo ator Chris Pine e pela Presidente da Academia de Artes Cinematográficas, Cheryl Boone Isaacs. Os vencedores serão conhecidos na grande cerimônia de entrega no dia 22 de fevereiro.

Embora os animês do Studio Ghibli sejam há anos indicados ao Oscar, tendo vencido em 2001 com “A Viagem de Chihiro” (a única vez em que um desenho japonês ganhou o Oscar na categoria de Melhor Longa Metragem de Animação), esta é a primeira indicação do diretor Isao Takahata ao prêmio.

Atualmente com 79 anos de idade, Takahata é um celebrado diretor no Japão por seu trabalho na série para TV “Alpes no Shoujo Heidi” (“Heidi” – 1974, clássico infantil que foi também exibido em vários países da Europa e no Brasil) e pelo trabalho em conjunto com o diretor Hayao Miyazaki no Studio Ghibli, onde conquistou grandes bilheterias com animês como “Hotaru no Haka” (“O Túmulo dos Vagalumes” – 1988) e “Heisei Tanuki Gassen Ponpoko” (“Ponpoko: A Luta dos Texugos pela Paz” – 1994). “Kaguya Hime no Monogatari” é o último e mais recente trabalho de Takahata, que há dez anos havia se afastado da produção e direção de animação para cuidar da administração do Studio Ghibli. O curioso é o grau artístico com que o desenho foi feito, inteiro em técnica de animação tradicional de desenhos à mão sobre papel, usando a técnica japonesa de ilustração tradicional aguada, que é extremamente difícil de se transpor para animação por não se tratar de traços uniformes e cores padronizadas sobre acetato (folhas de plástico transparente), indo contra a maré atual das animações por computador.

Kaguya Hime Official Extended Trailer

A Lenda da Princesa Kaguya (em português)

http://pt.wikipedia.org/wiki/Conto_do_Cortador_de_Bambu

jan 022015
 

65 kouhaku youkai watchAssistindo ao 65º Kouhaku Utagassen, festival musical exibido anualmente pela TV NHK, constatei uma repetição das fórmulas antigas. Entendo a presença dos veteranos Shinichi Mori, Takashi Hosokawa, Hiroshi Itsuki, Sayuri Ishikawa, Akiko Wada e as homenagens, pois esses visam o público mais maduro que sempre prestigiou o programa. Seiko Matsuda, Hiroko Yakushimaru, Akina Nakamori e Hiromi Go, foram ídolos da década de 1980 e merecem espaço, na programação de mais de 4 horas da emissora estatal. Concordo.

O problema está entre os mais jovens. Vários grupos como AKB48, SKE48, NMB48, HKT48, Arashi e Perfume surgiram nos últimos anos, mas que utilizam a mesma fórmula de 30 anos atrás. Parece-me que está faltando criatividade. É tão estranho ver o grupo SMAP se apresentando quase todos anos nos últimos 22 anos, sempre com as mesmas músicas, mas o pior é ver que vários novos grupos utilizam a base da música e dança do SMAP, tanto tempo depois. Antes achava que o problema estava na produção do Kouhaku Utagassen, que escolhia as apresentações erradas, mas depois que assisti outras emissoras, cheguei à conclusão de que o programa da NHK até que reflete o que o público viu naquele ano.

Agora que o governo japonês acordou para a necessidade de promover seus produtos culturais no exterior, embalados sob o nome de “Cool Japan”, parece que está faltando criatividade entre os compositores. Aliás, o mesmo pode ser constatado no mangá e no animê. Sem novidades, repetem antigas fórmulas ou fazem a continuação de séries de sucesso. Dragon Ball Z e Kamen Rider estão de volta! Será que o “Cool Japan” começou com 30 anos de atraso?

Enquanto não surgem novidades, assista ao tema do animê Youkai Watch com King Cream Soda – Geragerapoo…

キング・クリームソーダ / 初恋峠でゲラゲラポー(妖怪ウォッチ)

Outra música do mesmo animê Youkai Watch – Youkai Taiso Daiichi – ginástica que fez muito sucesso em 2014 e muitas escolinhas adotaram essa dança-ginástica!

「ようかい体操第一」まなこ&ミク先生と踊ろう! 【反転】

Obs. Esse texto é uma opinião pessoal minha e não reflete o pensamento geral do site culturajaponesa.com.br

– Francisco Noriyuki Sato, jornalista, ex-estagiário da JICA na Kanazawa University.

第65回NHK紅白歌合戦について

毎年NHKの紅白歌合戦見ていると最近新しい物が出て来ていない事が目に付きました。大ベテランの歌手森進一、細川たかし、五木ひろし、石川さゆりや和田アキ子は昔からのファンの方々の為と理解できますし、八十年代ヒットした郷ひろみ、松田聖子、中森明菜や薬師丸ひろ子も分かりますが、AKB48, SKE48, NMB48, HKT48、Perfume, 閑ジャニ, 嵐とか新しい名前のグループは沢山有りますが、何か新しいアイデアが無くて30年前のフォームを繰り返しているみたいです。二十四年前始まったSmapが今でも昔の歌で紅白に出ているのは可笑しいですが、新しいグループでもSmapと同じような歌と踊りを見せていました。私は最初、NHKのプロデューサーの間違った選択でこのようなプログラムに成るのだろうと思っていましたが、実際、他のテレビ番組を見ていると紅白歌合戦は大体一年間日本でヒットした歌を集めている事が分かりました。

やっぱりアイデアが出て来ていないのだ。日本政府が「Cool Japan」と名乗って世界に日本のポップカルチャーを売り出そうと努力している時に新しい物が無いとは残念ですね。しかも音楽だけでは有りません。漫画やアニメでも新しいアイデアが無く、30年前のフォームを使っているか、昔のキャラ自体を使っているかですね。それで昔売れっ子のドラゴン・ボールZや仮面ライダーが帰ってきたわけです。これから新しい物に投資するのは大事ですが、「Cool Japan」が三十年遅れて始まったのかも知れませんね。やっぱり良い製品がある時に売り込むほうが効果が有るでしょう。米国だったら品物が出来上がる前に売り出していただろうね。

第65回NHK紅白歌合戦で一番目立ったのがアニメ「妖怪ウオッチ」のテーマソングでした。ゲラゲラポー、ゲラゲラポー。

注意・このコメントは私自身の意見で当サイトの意見では有りません。勝手に書いてしまってどうもすみませんでした。漢字が違っている可能性も有りますのでどうもすみません。

佐藤フランシスコ紀行 ・ 新聞記者・2014年JICAの研修生として金沢大学でお世話に成りました。

 

out 282014
 

“Ohana Matsumae é uma estudante colegial comum de 16 anos que mora em Tóquio. A vida dela muda quando a sua mãe some com o namorado para fugir das dívidas. Ela precisa se mudar para Yunosagi, perto de Kanazawa, para morar com a avó e trabalhar numa pousada”. Esse é o enredo de “Hanasaku Iroha”, um mangá de P.A.Works e Eito Chida,  publicado pela revista Gagan Joker, de dezembro de 2010 a outubro de 2012. O sucesso o transformou numa série de animê com 26 capítulos, em 2011, com direção de Masahiro Ando, e um longa para cinema foi lançado em 2013. Veja o trailer com a música-tema da série de TV:

hanasaku irohahanasaku festivalA cidade de Yunosagi é fictícia, mas foi espelhada em Yuwaku, cidade vizinha de Kanazawa, na província de Ishikawa, onde existem várias pousadas de banho, como a da protagonista. No mangá aparece um festival chamado “Yunosagi Bonbori Matsuri”, que celebra a data em que o Deus protetor de uma criança volta para a sua nuvem (Izumo) e são escritos pedidos em lanternas de papel para indicar-lhe o caminho (Bonbori significa lanternas). Esse festival não existia, mas depois do sucesso da série, foi criado pela cidade de Yuwaku, e recebeu o nome de”Yuwaku Bonbori Festival”.  No ano de sua criação, em 2011, nove hotéis-pousadas da cidade estavam completamente lotadas de fãs do animê, até acontecer o tsunami de 2011, quando registraram-se muitos cancelamentos, embora a cidade estivesse bem distante da tragédia. Apesar disso, o festival continuou e, neste ano, no dia 11 de outubro de 2014, foi realizado o quarto Yuwaku Bonbori Festival, que alcançou sucesso total.

hanasaku iroha bonbori

O festival bonbori saiu do mangá e agora é realidade

Kanazawa será tema de outro mangá nos próximos meses. O mesmo autor de “Tokyo Shutter Girl”, Kenichi Kiriki, está trabalhando num novo mangá chamado “Kanazawa Shutter Girl”. O autor afirma que pretende seguir o modelo do mangá anterior, que foi transformado em filme live-action para cinema. Na história, estudantes de um colégio feminino de Tóquio, que fazem parte do grupo de fotografia, saem às ruas carregando antigas câmeras com filmes para fotografar e falar com as pessoas.

Para iniciar o trabalho, Kiriki esteve em Kanazawa, com o diretor de fotografia Motoyuki Kobayashi e algumas modelos vestidas como colegiais, e fotografou vários locais históricos da cidade para escolher as cenas. Veja o trailer do filme live-action “Tokyo Shutter Girl”. São três diretores e cada um dirigiu um trecho. Esse trecho é o de Makoto Tezuka, filho do Deus do Mangá.

out 202014
 
akihabara predios.jpg

Foto de Danny Cho

Decepção para os brasileiros que, em viagem ao Japão, fazem questão de visitar Akihabara, o paraíso dos eletrônicos. Durante a bolha econômica japonesa, nos anos de 1980, esse bairro floresceu ostentando prédios com gigantescos letreiros coloridos e inúmeras lojas, uma do lado da outra, onde incontáveis modelos de câmeras e outros itens ainda pouco conhecidos no mundo estavam empilhados na entrada.

Os letreiros continuam coloridos e a gigante Yodobashi Camera também mantém seu ponto comercial, mas percebe-se que o bairro mudou seu foco, predominando-se lojas e serviços voltados aos fãs de mangá, animê e game. Há muitos Maid Cafe, onde as atendentes estão vestidas como garçonetes francesas do passado, o bar AKB-48 e o bar Gundam, e muitos outros estabelecimentos desse tipo, onde as moças de cosplay distribuem folhetos no meio das ruas. São muitas as lojas que vendem DVDs, games e bonecos para colecionadores. Se esse é o seu objetivo, não haverá decepção.

akihabara maid.jpg

Foto de Carter McKendry

Pedaço de bolo num Maid Cafe

Pedaço de bolo num Maid Cafe.
Foto de Joaquim Rocha

 

Para quem procura notebooks, tablets ou smartphones (conhecidos como Smaho), algumas dessas lojas são Duty Free Shop, ou seja, basta apresentar um passaporte estrangeiro onde possa verificar que vai ficar menos de seis meses no Japão, e não terá que pagar os 8% do imposto de consumo que é aplicado sobre todos os produtos e serviços. É uma grande vantagem. Mas terá que subir escadas apertadas e visitar várias lojas até encontrar o que procura. Há também muitas lojas pequenas que vendem produtos novos junto com usados em ótimo estado, mas têm-se a impressão de estar na Rua Santa Efigênia, em São Paulo. Não que as lojas sejam ruins, mas é possível deparar com etiquetas com dois preços: o preço em destaque, mais baixo, é quando você compra o equipamento (notebook ou tablet) junto com a assinatura do provedor de internet, e o preço escondido é para você que não quer os serviços agregados.

Patrick Macias, jornalista do The Japan Times, escreveu em 2007 que o bairro estava mudando. Depois do boom dos PCs, na década de 1990, Akihabara começou a receber os visitantes chamados de Otaku – fãs e colecionadores de animê, mangá e game -, que têm no consumo de tecnologia eletrônica, um aliado na manutenção de suas fantasias. Passou a ser chamado de Akiba por eles que fizeram a felicidade dos comerciantes que tinham esses produtos. Porém, na disputa pelo concorrido espaço em Tóquio, Akiba perdeu alguns prédios para escritórios de empresas como a NTT, gigante da comunicação, e o espaço passou a ser ocupado por assalariados comuns e otakus.

Na prática, os consumidores passaram a frequentar menos o bairro de Akihabara, porque as grandes redes japonesas de eletrônicos, como a Yamada Denki, estão em suas cidades. E hoje, qualquer cidadão pode pesquisar e comprar pela internet sem medo, porque no Japão o produto é entregue no dia seguinte e sem falta. Akihabara, que começou como mercado negro de produtos elétricos nos primeiros anos do pós-guerra, está em transformação, como acontece sempre no Japão. Aqui, a ordem não é destruir para fazer algo novo. O lema “Renovar e Manter” se aplica mais uma vez.

Para saber mais sobre o comércio de eletrônicos em Akihabara: site oficial

set 212014
 
Hoshi no Koe, animê de Makoto Shinkai

Hoshi no Koe, animê de Makoto Shinkai

A Biblioteca Mário de Andrade, com apoio da Fundação Japão, realiza a Semana do Japão, de 22 a 27 de setembro de 2014.
O evento contará com uma palestra introdutória sobre o tema, concerto de música tradicional, coquetel com degustação de quitutes típicos da culinária japonesa. Durante a semana, haverá a projeção de filmes no auditório da BMA, oficinas de origami, furoshiki, sumiê e gô, e uma exposição e um workshop de shodô. Destaque para a exibição de animês do Makoto Shinkai.

Na hemeroteca, instalada no prédio anexo ao da biblioteca, será realizada uma feira de mangá. No espaço de convivência, haverá uma atividade para crianças de contação de histórias com origami. Palestras sobre cultura japonesa, teatro e literatura tradicional e contemporânea também terão lugar ao longo da semana.

Para as oficinas, as inscrições devem ser feitas pelo e-mail bma@prefeitura.sp.gov.br, ou pelo telefone (11) 3775-0002.
Para os eventos no auditório, haverá distribuição de senhas uma hora antes da atividade. Todas as atividades estão sujeitas à lotação. A Biblioteca Mário de Andrade fica no comecinho da Rua da Consolação, no Centro de São Paulo. Metrô República ou Anhangabaú.

Programação
22 de setembro, segunda-feira
18h30 – Abertura./ auditório
19h – Apresentação Iaidô./ auditório
19h30 – Arte e culinária japonesa: similaridades – Palestra com Michiko Okano./auditório
20h30 – Abertura da exposição de shodô (caligrafia artística japonesa)./ espaço expositivo Terraço

23 de setembro, terça-feira
10h às 18h – Feira de Mangá e quadrinhos / hemeroteca.
10h às 18h – Exposição O que é Mangá / hemeroteca.
15h – Oficina de shodô com Monica Terada./convivência
18h30 – Entre silêncios: a influência da música japonesa no Ocidente – Palestra com Luiz Fukushiro /auditório
19h30 – Filme: 5 centímetros por segundo. Mostra Makoto Shinkai/ auditório

24 de setembro, quarta-feira
10h às 18h – Feira de Mangá e quadrinhos / hemeroteca.
15h – Oficina de sumiê (pintura japonesa) com Suely Shiba./convivência
18h30 – Cerimônia do chá, o encontro da arte na arte do encontro. Palestra com Erika Kobayashi./auditório
19h30 – Filme: Vozes de uma estrela distante. Mostra Makoto Shinkai./ auditório
20h30 – Espetáculo de Taikô (arte dos tambores japoneses)./ auditório

25 de setembro, quinta-feira
10h às 18h – Feira de Mangá e quadrinhos / hemeroteca.
15h – Oficina de Furoshiki com Sofia Katamani./convivência
18h30 – O percurso da tinta, tatuagem japonesa no Brasil – Palestra com Karina Takigushi./auditório
19h30 – Filme: O jardim das palavras. Mostra Makoto Shinkai./ auditório

26 de setembro, sexta-feira
10h às 18h – Feira de Mangá e quadrinhos / hemeroteca.
15h – Oficina de gô (jogo milenar de tabuleiro) com Thiago Shimada./deque
18h30 – Gestos da escrita, os múltiplos olhares da caligrafia japonesa – Palestra com Rafael Miyashiro./auditório
19h30 – Filme: O lugar prometido em nossa juventude. Mostra Makoto Shinkai./ auditório

27 de setembro, sábado
10h30 – Oficina de mangá com Douglas de Sousa / hemeroteca
10h às 18h – Feira de Mangá e quadrinhos / hemeroteca.
10h30 – Oficina de origami para crianças com Mari Kanegae./convivência
13h – Palestra sobre o cosplay no Brasil./ auditório
14h30 – Filme: Crianças que perseguem estrelas. Mostra Makoto Shinkai./ auditório

Confira mais detalhes da programação
Palestras
Mostra de filmes
Oficinas

ago 202014
 

A programação da Mostra de Cinema em Salvador

SESSÕES DE FILMES NO SALÃO NOBRE:
26/08 | terça-feira
14h – STEAMBOY | legendado
18h30 – PORCO ROSSO | legendado
27/08 | quarta-feira
14h – O CASTELO DO CÉU | legendado
18h15 – O SERVIÇO DE ENTREGAS DE KIKI | legendado
20h – O MUNDO DOS PEQUENINOS | legendado
28/08 | quinta-feira
14h – A PRINCESA MONONOKE | legendado
18h15 – METROPOLIS | legendado
20h10 – PAPRIKA | legendado
29/08 | sexta-feira
14h – A VIAGEM DE CHIHIRO | dublado
18h15 – NAUSICAÄ DO VALE DO VENTO | legendado
20h15 – TOKYO GODFATHERS | legendado
30/08 | sábado
14h – AKIRA | legendado
16h15 – PONYO – UMA AMIZADE QUE VEIO DO MAR | dublado
18h – Debate – Miyazaki, Otomo e Kon: Clássicos ou Transgressores?
20h – ATRIZ MILENAR | legendado
31/08 | domingo
14h – O CASTELO ANIMADO | dublado
16h – MEU AMIGO TOTORO | legendado
18h – MEMORIES | legendado
20h – O TÚMULO DOS VAGALUMES | legendado
Curso: O Universo de Miyazaki de 26/08 a 29/08
Oficina de Mangá de 27/08 a 29/08
INSCRIÇÕES GRATUITAS NO SITE NUAGE.ART.BR/MOK DE 09 a 19/08
RUA CARLOS GOMES, 57 – CENTRO – SALVADOR | TEL: 71 3421-4200 | CAIXACULTURAL.BA@CAIXA.GOV.BR
ESTACIONAMENTO GRATUITO AO LADO À NOITE E DURANTE O FIM DE SEMANA
INGRESSOS A PREÇOS POPULARES | VERIFIQUE A CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA
FICHAS TECNICAS E SINOPSES
1.
MEU AMIGO TOTORO (Tonari no Totoro, Japão, 1988, 86’, Studio Ghibli)
Direção: Hayao Miyazaki
Sinopse: Satsuki e Mei vão morar no interior para ficarem mais próximas da mãe, que está
internada em um hospital. Seu novo vizinho, Totoro, é um curioso ser, cuja moradia é a árvore de
cânfora ao lado da nova casa. Livre | legendado.
2.
NAUSICAÄ DO VALE DO VENTO (Kaze no tani no Naushika, Japão, 1984, 117’, Topcraft)
Direção: Hayao Miyazaki
Sinopse: Após os 7 Dias de Fogo, o mundo sofre com ecossistemas tóxicos e a humanidade se
encontra em frangalhos. Nausicaä, a princesa do Vale do Vento, tenta compreender o que está
acontecendo com a natureza e salvar a humanidade da sua própria belicosidade. 14 anos |
legendado.
3.
O CASTELO DO CÉU (Tenkû no shiro Rapyuta, Japão, 1986, 124’, Studio Ghibli)
Direção: Hayao Miyazaki
Sinopse: Um amuleto que passou por várias gerações agora faz com que a menina Sheeta seja
perseguida por piratas e agentes. Este amuleto indicaria o caminho para a ilha voadora de
Laputa.
Livre | legendado.
4.
O SERVIÇO DE ENTREGAS DE KIKI (Majo no takkyûbin, Japão,1989, 103’, Studio Ghibli)
Direção: Hayao Miyazaki
Sinopse: A bruxinha Kiki completa 13 anos e, como dita a tradição, agora ela deve ir morar
durante um ano em uma cidade onde não more nenhuma outra bruxa. Lá, sobre uma vassoura
voadora e com a ajuda de seu gato Jiji, Kiki abre um serviço de entregas. Livre | legendado.
5.
PORCO ROSSO (Kurenai no buta, Japão,1992, 94’, Studio Ghibli)
Direção: Hayao Miyazaki
Sinopse: O mar Adriático é palco das batalhas aéreas entre piratas voadores. Entre eles, o piloto
americano, e Marco, o piloto que carrega a sina de ter a face de um porco. 10 anos | legendado.
6.
A PRINCESA MONONOKE (Mononoke-hime, Japão, 1997, 134’, Studio Ghibli)
Direção: Hayao Miyazaki
Sinopse: O guerreiro Ashitaka é atacado por um demônio que o amaldiçoa. Para compreender o
mal que o aflige, ele viaja para as terras de um outro clã. Nestas terras se depara com a luta
entre humanos e os deuses da floresta e encontra a princesa Mononoke, que foi criada por lobos.
14 anos | legendado.
7.
A VIAGEM DE CHIHIRO (Sen to Chihiro no kamikakushi, Japão, 2001, 125’, Studio Ghibli)
Direção: Hayao Miyazaki
Sinopse: Durante a mudança para uma nova casa, Chihiro vê seus pais transformados em porcos,
e é transportada para um mundo surreal e assustador. Colocada pela bruxa Yubaba para
trabalhar numa casa de banhos para deuses, Chihiro luta para não esquecer o próprio nome e
voltar para o mundo real. Livre | dublado.
8.
O CASTELO ANIMADO (Hauru no ugoku shiro, Japão, 2004, 119’, Studio Ghibli)
Direção: Hayao Miyazaki
Sinopse: A maldição de uma bruxa aprisiona a jovem Sophie no corpo de uma anciã.
Impossibilitada de falar sobre a sua sina, encontra em seu caminho um mágico excêntrico que
habita um castelo que pode caminhar. Livre | dublado.
9.
PONYO – UMA AMIZADE QUE VEIO DO MAR (Gake no ue no Ponyo, Japão, 2008, 101’, Studio Ghibli)
Direção: Hayao Miyazaki
Sinopse: Sosuke encontra um peixinho preso em um pote de vidro enquanto brinca na praia.
Porém, o seu peixinho é a filha de um feiticeiro marinho e deseja se tornar humana a qualquer
custo. Livre | dublado. Livre | Dublado
10.
AKIRA (Akira, Japão, 1988, 124’, TMS Entertainment)
Direção: Katsuhiro Otomo
Sinopse: Em uma Tóquio futurista e decadente, dominada por gangues de motoqueiros, um deles
demonstra sinais de poderes psíquicos. Raptado por uma organização governamental para fins de
pesquisa, Tetsuo se torna extremamente perigoso para os que possuem poderes parecidos com
os seus e para toda a Neo-Tokyo. 14 anos | legendado.
11.
MEMORIES (Memorîzu, Japão, 1995, 113’, TMS Entertainment)
Direção: Katsuhiro Otomo, Kōji Morimoto e Tensai Okamura
Sinopse: Filme composto por três curtas-metragens baseados em histórias dos quadrinhos de
Katsuhiro Otomo. Magnetic Rose é sobre dois viajantes espaciais que, seguindo um sinal, acabam
levados para um mundo magnífico criado pelas memórias de uma mulher. Em Stink Bomb, um
jovem químico se transforma acidentalmente em uma arma biológica implacável pronta para atingir
Tóquio. E em Cannon Fodder vemos um dia da vida de uma cidade que tem como único propósito
disparar canhões em inimigos desconhecidos. 16 anos | legendado.
12.
STEAMBOY (Suchîmubôi, Japão, 2004, Japão,126’, Bandai Visual Company, Studio 4°C e Sunrise
VAP )
Direção: Katsuhiro Otomo
Sinopse: O filme narra as aventuras do jovem inventor Ray Steam numa ficção científica em plena
Inglaterra vitoriana. Ao receber um misterioso metal que pode ser uma nova fonte de energia
capaz de abastecer uma nação, Ray agora é obrigado a resgatar sua família e salvar Londres da
destruição. Clássico do steampunk. 14 anos | legendado.
13.
ATRIZ MILENAR (Sennen joyû, Japão, 2001, Japão, 87’, Madhouse)
Direção: Satoshi Kon
Sinopse: Ao descobrirem que um estúdio de cinema falido será demolido, dois repórteres resolvem
fazer um documentário sobre a sua maior estrela, a senhora Fujiwara Chiyoko. A entrevista se
torna uma viagem pela história do cinema japonês com a interferência de uma chave com o poder
de misturar realidade e fantasia. 14 anos | legendado.
14.
TOKYO GODFATHERS (Tokyo Godfathers, Japão, 2003, 92’, Madhouse)
Direção: Satoshi Kon
Sinopse: Na noite de Natal, três mendigos, um ex-ciclista, um travesti e uma menina que fugiu de
casa encontram um bebê abandonado no lixo. A união dos três em uma saga para encontrar os
pais da criança os leva a uma jornada tragicômica pelas ruas de Tóquio. 16 anos | legendado.
15.
PAPRIKA (Papurika, Japão, 2006, 90’, Madhouse)
Direção: Satoshi Kon
Sinopse: A dra. Atsuko Chiba desenvolve um tratamento psiquiátrico revolucionário com o uso da
DC-Mini, máquina que torna possível o acesso ao mundo dos sonhos. O roubo da máquina
provoca um surto de loucura, no qual as pessoas parecem sonhar acordadas. Atsuko assume o
papel de Paprika, seu alter ego no mundo dos sonhos, para descobrir quem está por trás da
tragédia. 12 anos | legendado.
16.
O TÚMULO DOS VAGALUMES (Hotaru no haka, Japão, 1988, 89’, Studio Ghibli)
Direção: Isao Takahata
Sinopse: Durante a Segunda Guerra, com o Japão assolado pelo caos e a destruição, dois irmãos,
Seita e Setsuko, se veem sozinhos no mundo. Agora os dois tentam sobreviver em meio à fome,
às doenças e à escassez de generosidade. Livre | legendado.
17.
METROPOLIS (Metoroporisu, Japão, 2001, 108’, Madhouse)
Direção: Rintaro
Sinopse: Na futurista cidade de Metropolis, os robôs são acusados de causarem a miséria e o
desemprego entre os humanos. Em meio às revoltas contra os robôs, Shunsaku Ban e seu
sobrinho Kenishi investigam uma trama que envolve planos de dominação, armas de destruição
em massa e a androide Tima. 12 anos | legendado.
18.
O MUNDO DOS PEQUENINOS (Kari-gurashi no Arietti , Japão, 2010, 94’, Studio Ghibli)
Direção: Hiromasa Yonebayashi
Sinopse: Os pequeninos vivem entre os humanos, escondidos em suas casas e jardins. Esse
delicado equilíbrio é colocado em risco quando surge a amizade entre a pequenina Arriety e o
garoto Sho. Livre | legendado. 14 anos | legendado.

O Universo de Miyazaki | Otomo | Kon
Local: CAIXA Cultural Salvador – Salão Nobre
Endereço: Rua Carlos Gomes, 57, Centro.
Telefone: (71) 3421-4200
Datas: de 26 a 31 de agosto de 2014 (de terça-feira a domingo)
Horários e sinopses dos animês da Mostra: Veja aqui
Lotação: 80 lugares – Ingressos: preços populares
Curso O Universo de Hayao Miyazaki: de 26 a 29 de agosto, das 16h15 às 18h15, gratuito
Oficina de Mangá: de 27 a 29 de agosto, das14h às 16h, gratuita
Debate Miyazaki, Otomo e Kon: Clássicos ou Transgressores?: sábado, 30 de agosto, 18h, entrada franca
Inscrições para o curso e a oficina no site nuage.art.br/mok
ago 192014
 

A canadense Sharla postou um video do Pikachu Cafe, que fica no 53º andar do Roppongi Hills, Roppongi, Minato-ku, Tokyo.

O interessante é o café servir pratos rápidos como Pikachu Curry, Pikachu Teriyaki Burger e Monster Ball Omuhayashi, além, é claro, de sobremesas como Pikachu 100.000 volts parfait. Todos eles merecem o adjetivo “kawaii” e fica difícil comê-los. As fotos dos pratos podem ser vistas no site do Roppongi Hills. O Pikachu Café abre das 11 às 22 horas, mas infelizmente só funcionará até o dia 31 de agosto de 2014.

O Café faz parte da exposição do Pokémon que está acontecendo no mesmo local, que marca o lançamento do novo filme, o 17º para cinema, dos monstrinhos coloridos, o “Pokémon the Movie XY”.

ago 132014
 

universo de miyazaki otomo kon_SalvadorA CAIXA Cultural Salvador e a produtora Nuage.art.br apresentam, de 26 a 31 de agosto, a mostra de cinema “O Universo de Miyazaki, Otomo e Kon” com 18 longas-metragens de animação. A mostra, com curadoria de Jansen Raveira e Simone Evan, exibe a cinematografia de Miyazaki e se expande para as obras de Katsuhiro Otomo e Satoshi Kon, cineastas marcados pelo refinamento nas produções e temáticas fora do convencional industrial.
A mostra traz para Salvador a oportunidade de assistir a uma cinematografia rica e rara. A programação busca não só apresentar filmes que não alcançaram as telas brasileiras, mas também debater a relevância e a influência da técnica dos mestres japoneses dentro do cinema de animação.
Além da exibição dos filmes, a preços populares, a mostra promoverá um curso sobre a obra de Miyazaki, de 26 a 29, das 16h15 às 18h15, e uma oficina de mangá, de 27 a 29, das 16h15 às 18h15. Ambos terão inscrições gratuitas, a serem realizadas no site nuage.art.br/mok de 09 a 19 de agosto.
A oficina de mangá pretende abordar noções de desenho, espacialidade e estilo de narrativa através do desenho impresso. Os alunos produzirão os seus próprios mangás durante as aulas, ao mesmo tempo em que participarão de um estudo estético dos mangás de Hayao Miyazaki, Katsuhiro Otomo e Satoshi Kon.
Já o curso, intitulado O Universo de Hayao Miyazaki, abordará o cinema de Miyazaki e a cultura japonesa. Terá como professores Janete Oliveira e Jansen Raveira, este último um dos curadores da mostra.
A programação da mostra de cinema ainda prevê o debate Miyazaki, Otomo e Kon: Clássicos ou Transgressores?, sábado, dia 30, às 18h. Levando em conta a produção em massa da indústria cultural japonesa, os presentes discutirão se a produção de longas animados em técnicas basicamente artesanais torna esses cineastas clássicos ou transgressores.

O Universo de Miyazaki | Otomo | Kon
Local: CAIXA Cultural Salvador – Salão Nobre
Endereço: Rua Carlos Gomes, 57, Centro.
Telefone: (71) 3421-4200
Datas: de 26 a 31 de agosto de 2014 (de terça-feira a domingo)
Horários e sinopses dos animês da Mostra: Veja aqui
Lotação: 80 lugares – Ingressos: preços populares
Curso O Universo de Hayao Miyazaki: de 26 a 29 de agosto, das 16h15 às 18h15, gratuito
Oficina de Mangá: de 27 a 29 de agosto, das14h às 16h, gratuita
Debate Miyazaki, Otomo e Kon: Clássicos ou Transgressores?: sábado, 30 de agosto, 18h, entrada franca
Inscrições para o curso e a oficina no site nuage.art.br/mok